Olhar Conceito

Quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Notícias / Saúde e Beleza

Conheça as candidatas a Miss Mato Grosso 2016, que será escolhida no mês de junho

Da Redação - Isabela Mercuri

21 Mai 2016 - 10:56

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Miss Brasil 2013, Jakelyne Oliveira é de Rondonópolis e também foi Miss Mato Grosso

Miss Brasil 2013, Jakelyne Oliveira é de Rondonópolis e também foi Miss Mato Grosso

Dezessete belas mulheres disputam o título de Miss Mato Grosso no próximo dia 10 de junho em Cuiabá. Na última sexta-feira (20), algumas das candidatas foram apresentadas à imprensa em um coquetel. Com olhares esperançosos, as representantes de nove cidades tentavam dizer porque mereciam ser consideradas ‘ a mais bela do estado’ – mesmo que falar não significasse muito.

Leia mais:
Nova Miss Várzea Grande é escolhida em evento dinâmico e mostra novos padrões do concurso


A primeira a chegar foi Taiany Zimber, 19, Miss Sorriso. Com carreira e porte de modelo, a sorrisense já mora em São Paulo há alguns meses e realizou trabalhos na área, mas nunca tinha participado de um concurso de beleza. Mesmo se não for a primeira colocada na etapa estadual, acredita que já value a experiência, já que tudo vai para o portfólio.

A timidez da Miss Marcelândia, Leila de Fátima, 20, foi o que a impulsionou a participar do concurso da cidade, para o qual foi convidada enquanto trabalhava como auxiliar de departamento fiscal. Já para Hiurika Pinheiro, 19, Miss Brasilândia, o convite foi para ocupar o primeiro cargo de miss da cidade. “É uma grande responsabilidade, mas eu tenho força e uma grande expectativa. Cada dia estou mais nervosa!”, afirma.

O nervosismo também tomou conta de Vitória Marocco, 18, Miss Sinop. “Eu me inscrevi pra participar mais por incentive da minha mãe e do pessoal da academia, e foi uma surpresa, achava que não ia ganhar”.

Essa insegurança é normal. A Miss Brasil 2013, Jakelyne Oliveira, também presente no evento, contou que ser eleita foi o que lhe deu auto estima: “Eu não queria ser miss, me inscrevi porque era uma vontade do meu pai, mas achava que não ia ganhar. Quando fui pra etapa estadual e depois pra nacional foi quando eu parei, me olhei no espelho e falei ‘tenho que me valorizar’. Aí eu comecei a enxergar a beleza que tinha em mim”.

Segundo a Miss, mesmo dois anos depois de ter entregue a faixa, ela ainda colhe os frutos. “Eu trabalho como miss até hoje. Faço eventos, apresento concursos, e como tenho bastante visibilidade nas redes sociais, faço também campanhas”, explica. Com todo o sucesso, se pudesse dar um conselho às candidas, Jakelyne afirma que seria ‘ter humildade’. “Tem muita menina que ganha um concurso de beleza e se deslumbra, porque realmente esse mundo é muito lindo, de uma hora pra outra você tem milhares de pessoas aos seus pés. Mas é muito triste ver meninas esquecendo de quem as apoiou no começo”, afirma.

Apesar das 141 cidades do estado de Mato Grosso, somente 17 terão suas representantes neste ano que, segundo o organizador, Warner Willon, será o último em que o concurso será ‘glamouroso’. “Nós temos 70 cidades no estado abaixo da linha da pobreza, então pra um prefeito mandar uma miss é complicado, porque falta creche, escolar na cidade, então ele é criticado”, explica. “E pela situação que vivemos em nosso país, não tá dando mais pra bancar um evento glamouroso. Ano que vem será feita somente uma seletiva”, explica.

Enquanto isso, em 2016 o Miss Mato Grosso continua grandioso. É aguardado uma atração nacional para o evento, que sera no Buffet Alphaville. Os ingressos estão à venda por R$120 na Condessa Corpo e Imagem.

Serviço

Miss Mato Grosso 2016
Data: 10 de junho
Local: Buffet Alphaville
Ingressos: R$120 (à venda no Condessa Corpo e Imagem)

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Danile
    10 Jun 2016 às 17:13

    Torço para Miss Sinop.

  • Beatriz
    23 Mai 2016 às 06:38

    A moreníssima Miss Rondonópolis e Miss Mato Grosso Jakeline Oliveira fez um desfile de biquini de arrepiar no Miss Brasil e no Miss Universo em Moscou. Se não ganhou o Miss Universo talvez seja mais pelo inglês que não dominava, pois salvo engano fez a entrevista com tradutor. Mas também exigir que alguém aprenda inglês fluente morando em Rondonópolis é bem difícil. Essa moça fez até demais e representou muito bem a beleza das brasileiras e das latinoamericanas. Talvez o ideal seja ela ir fazer carreira de modelo em São Paulo ou no exterior.

Redes Sociais

Sitevip Internet