Olhar Direto

Segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Notícias / Cidades

Universitária que estava desaparecida na Síria chega a Cuiabá e chora ao encontrar família

Da Redação - Vinicius Mendes

07 Dez 2017 - 16:21

Foto: Reprodução

Universitária que estava desaparecida na Síria chega a Cuiabá e chora ao encontrar família
A cuiabana Juliana Cruz, que viajou para a Síria no último dia 14 de novembro e desde então não havia entrado mais em contato com ninguém no Brasil, chegou a Cuiabá na manhã desta quinta-feira (7) e chorou ao encontrar a família. Ela teria passado mal de ontem para hoje e fez a viagem sozinha.

Leia mais:
Cuiabana que estava desaparecida na Síria retorna para Mato Grosso

De acordo com funcionários do Aeroporto Marechal Rondon, Juliana teria chegado por volta das 8h em um vôo da empresa Avianca em parceria com a Turkish Airlines. A família da jovem a aguardava e se emocionaram ao vê-la.

Juliana demorou um tempo no aeroporto porque sua mala demorou a ser descarregada do avião. Ainda segundo os funcionários do aeroporto, ela contou que teria passado mal ontem, no dia da viagem, mas hoje se sentia um pouco melhor. Os familiares insistiram então que ela deixasse a mala e fossem embora, já que sentia mal.

Juliana também chorou ao encontrar a mãe e teria dito que recebeu apoio apenas na Síria e de lá seguiu sozinha para o Brasil. A família de Juliana e própria jovem ainda não se manifestaram sobre o ocorrido e não esclareceram o que aconteceu.

O caso
 
Juliana Cruz teria viajado para a Síria em novembro deste ano para se encontrar com um homem conhecido como Sheraz Re. Porém, depois disto não foi mais localizada. A família registrou um boletim de ocorrências não último dia 29, já que a mulher não retornou de viagem.
 
O que se sabe, é que a jovem tirou férias do seu trabalho na AMM e teria decidido viajar até a Síria. Em seu perfil no Facebook, Juliana postou, no dia 14 de novembro, que estava seguindo viagem até Istambul, na Turquia, de onde provavelmente seguiria para a Síria. Desde então não manteve mais contato com ninguém no Brasil. A partir daí a Polícia Federal e o Itamaraty começaram a atuar no caso.
 
Nesta terça-feira (5) o Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty) havia confirmado que a cuiabana já estava em segurança na Embaixada brasileira em Damasco (capital síria). As autoridades sírias colaboraram a todo momento com o encaminhamento de Juliana para as autoridades brasileiras. Ela estava assustada mas durante o tempo em que esteve no país não sofreu maus tratos.

18 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • santos
    08 Dez 2017 às 15:00

    não entendo como uma pessoa sai de cuiabá para a síria para encontrar uma pessoa que ela nem sabe bem quem é, não sei se classifico como loucura ou coragem dela e de seus familiares por terem apoiado

  • Omar Aziz Kamel
    08 Dez 2017 às 11:25

    Agora já pode ir para o próximo BBB e ser no mínimo finalista! Bem, pode ir no programa do Ratinho ou Faustão para ser chamada de "guerreira".

  • Leni
    08 Dez 2017 às 09:32

    Pessoas morrendo nesse Brasil por não ter um remédio, uma ambulância no Sus mas pra isso tem

  • JOSE ROBERTO
    08 Dez 2017 às 04:52

    Tão linda e charmosa mas parece ser tão sem juízo!!!!

  • Eduardo
    08 Dez 2017 às 00:08

    Parabens ao site por promover a esta jovem o minuto de fama tão desejado por ela, e não nos informar sobre o que de fato houvera acontecido do outro lado do mundo. "PARABÉNS"

  • Mulher de fora!
    07 Dez 2017 às 23:55

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Mané Dinheiro
    07 Dez 2017 às 23:40

    Agora é juntar os cacos o estrago já foi feito.

  • Jane
    07 Dez 2017 às 18:36

    Pronto já teve seu minuto de Gama. Bora travão a porque aventura de piriguete não paga nossas contas

  • mso
    07 Dez 2017 às 18:15

    Essa moça é louca para ir até a Siria encontrar com um namorado que nem conhecia não quero julgar mais podia até ser um terrorista ! levou sorte voltar ! Mais será que ela viajou de acordo com os Pais ? ou desobedeceu os Pais ? será ser uma moça obediente a seus Pais ,?

  • Alencar
    07 Dez 2017 às 17:52

    Foi sozinha, volta sozinha. Irresponsável.

Sitevip Internet