Olhar Direto

Terça-feira, 25 de setembro de 2018

Notícias / Cidades

Conselho de Arquitetura de MT fiscaliza obras em mais de 60 municípios

Da Redação - Vitória Lopes

23 Mai 2018 - 15:53

Foto: Reprodução

Conselho de Arquitetura de MT fiscaliza obras em mais de 60 municípios
A equipe de fiscalização do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Mato Grosso (CAU/MT) inicia nesta semana a inspeção de obras de 64 municípios. Esta etapa da fiscalização recebe o nome de "CAU/MT na Estrada", e é uma das atividades mais importantes do CAU/MT, pois tem o papel de orientar, disciplinar e fiscalizar o trabalho do arquiteto e urbanista.

Leia mais:
Obras no valor de R$ 85 milhões em esgoto atenderá 49 bairros de Várzea Grande


A fiscalização, que já vem atuando em Cuiabá e Várzea Grande, iniciou o trabalho em outros municípios, que serão percorridos nos próximos meses. 

Durante a ação, será verificada a regularidade do exercício profissional, principalmente em canteiros de obras. Também averiguam a existência de um profissional técnico habilitado e do documento de registro de responsabilidade técnica da obra. O CAU/MT pode realizar fiscalizações in loco para verificar denúncias recebidas, tanto de arquitetos e urbanistas quanto da população em geral.

O presidente do CAU/MT, André Nor, explica que o novo planejamento das rotas de fiscalização contempla uma das metas da atual gestão. "Intensificar este trabalho é valorizar os profissionais. O Conselho quer cada vez mais conscientizar sobre os riscos, retrabalhos, desvalorização do bem e até possíveis prejuízos nas obras", afirma.

Para realizar uma denúncia, basta acessar o site do CAU/MT (www.caumt.gov.br), clicar na aba "Serviços Online" e depois em "Denúncia". Quanto mais informações o denunciante passar, melhor para a eficácia da fiscalização. Outras informações podem ser obtidas através da Central de Atendimento no 0800-883-0113 e no telefone 4007-2613.

 
Confira as 64 cidades a serem fiscalizadas (em ordem alfabética):

Água Boa
Alta Floresta
Apiacás
Araputanga
Aripunã
Barra do Bugres
Barra do Garças
Brasnorte
Cáceres
Campinápolis
Campo Novo do Parecis
Campo Verde
Canarana
Castanheira
Cláudia
Colíder
Colniza
Comodoro
Confresa
Cotriguaçu
Cuiabá
Diamantino
Guarantã do Norte
Jangada
Jauru
Juara
Juína
Juruena
Lucas do Rio Verde
Marcelândia
Matupá
Mirassol D'Oeste
Nobres
Nossa Senhora do Livramento
Nova Bandeirantes
Nova Canaã do Norte
Nova Monte Verde
Nova Mutum
Nova Olímpia
Nova São Joaquim
Nova Xavantina
Paranatinga
Peixoto de Azevedo
Poconé
Pontes e Lacerda
Porto Alegre do Norte
Porto dos Gaúchos
Primavera do Leste
Querência
Ribeirão Cascalheira
Rosário Oeste
Santa Terezinha
São Felix do Araguaia
São José do Rio Claro
Sapezal
Sinop
Sorriso
Tabaporã
Tangará da Serra
Tapurah
Terra Nova do Norte
Várzea Grande
Vera
Vila Rica

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Asfalto sem término
    23 Mai 2018 às 22:30

    VEM NO BAIRRO JARDIM MOSSORÓ VER O QUE FIZERAM, COMEÇARAM O ASFALTO E SUMIRAM COM AS MÁQUINAS E PLACAS E NADA DE TERMINAREM.

  • cuiabano
    23 Mai 2018 às 21:02

    Zeca ..obras do estado tem portaria publicada com nome do fiscal e membros. Se teve obras que teve problemas depois de entregue e estes problemas foi por conta da omissão do fiscal e membros esses devem responder administrativamente por isso.

  • Zeca
    23 Mai 2018 às 17:31

    Só fiscalizam as obras particulares. As do estado, união e municípios nada! Por isso quando a empreiteira entrega a obra, na primeira chuva já alaga tudo, como os viadutos de Cuiabá, ruas e avenidas.

Sitevip Internet