Olhar Agro & Negócios

Quinta-feira, 09 de abril de 2020

Notícias / Emprego

Mato Grosso fecha 20 mil postos de trabalho em 12 meses; novembro demissões somaram 77,6% a mais que outubro

Da Redação - Viviane Petroli

18 Dez 2015 - 16:00

Foto: José Medeiros/GCom-MT

Agropecuária liderou, após sucessivos saldos positivos, as demissões no mês de novembro

Agropecuária liderou, após sucessivos saldos positivos, as demissões no mês de novembro

Os setores da agropecuária e construção civil foram os grandes vilões de novembro quanto às demissões em Mato Grosso. No estado 7.587 pessoas perderam o emprego em novembro. O resultado é 77,6% maior que 4.270 demissões constatadas em outubro. Em novembro de 2014 haviam sido 6.201 desligamentos. No ano Mato Grosso fechou 868 postos de trabalho e no acumulado dos 12 meses 20.710 vagas.

O salto negativo é considerado o terceiro pior da série histórica apresentada pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), por meio do Cadastro Geral de Empregos e Desempregos (Caged). Em novembro de 2005 haviam sido registrados 8.086 desligamentos a mais que contratações em Mato Grosso e em 2008 os registros eram de 8.025 demissões.

Leia mais:
Prejuízos com seca no plantio da soja podem ultrapassar R$ 1 bilhão em Mato Grosso

A agropecuária, que vinha em 2015 com saldos positivos, registrou em novembro a redução de 4.063 postos de trabalho, seguida da construção civil com 2.204 vagas a menos geradas e da indústria de transformação com 1.379.

No setor de serviços foram constatadas 389 demissões a mais que admissões no mês de novembro.

Entretanto, motivado pelas contratações temporárias, o setor do comércio gerou 551 postos de trabalho.

Municípios

O município que mais gerou emprego em relação a demissões foi Alta Floresta com um saldo positivo de 83 vagas, seguido de Várzea Grande com 38 e Barra do Garças com apenas três.

Já Cuiabá foi o que mais demissões ocorreram, com um saldo negativo de 954 postos de trabalho a menos. Em Primavera do Leste -369 vagas de trabalho, em Campo Verde -331 e em Pontes e Lacerda -190 vagas.

Brasil

No Brasil, segundo o Caged, foram registrados 130.629 desligamentos. No ano foram fechados 945 mil vagas de emprego.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Val
    19 Dez 2015 às 16:56

    O que eu tenho visto nas minhas andasas por MT é só gente na farra, churrasco, cachaça, carro novo... E ainda falam que estamos em crise, vai entender.

  • Leal
    18 Dez 2015 às 22:33

    Mas votem no 13!!!!!O PT é a solução para tudo!!!Votem na Dilma que ela é a "mãe dis pobres"...E vocês ainda não vira NADA...aguardem 2016....

  • Zé Guaporé
    18 Dez 2015 às 17:46

    Esse resultado reflete a administração corrupta e irresponsável do PT e sua trela!

Sitevip Internet