Olhar Direto

Quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

Opinião

Sou amiga da felicidade

Autor: Rosangela Lucas

25 Nov 2020 - 08:00

O tema felicidade é um tema muito importante. As pessoas gostam de pensam sobre a felicidade. Todos nós buscamos a felicidade na vida, porém ela é muito diferente para cada pessoa. Eu não tenho sempre certeza em todos os momentos que eu seja a pessoa mais feliz do mundo, mas uma das coisas que eu gosto ao debater o tema felicidade é que eu quero ter a vida cada vez mais feliz eu quero ser uma pessoa plena.

Eu quero esta aqui com a certeza de que a vida que eu escolhi, os caminhos que eu escolhi, são caminhos que me conduziram a realização. São caminhos que me trouxeram até esse momento e como tal eu sou uma amiga da felicidade.

Os estudos demonstram que a felicidade não acompanha o crescimento financeiro. Mas a miséria absoluta é sempre geradora de infelicidade, não é possível ser feliz com fome, sem ter onde morar, não ter acesso a remédios básicos, e ver seus filhos, as pessoas que você ama chorando com fome. Não é verdade que o dinheiro traga felicidade, mas não é possível ser feliz com fome, não ter onde morar e ver as pessoas que você ama se desesperar pela falta de recursos.

Ser feliz não é ter uma vida perfeita. Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância.

Usar as perdas para refinar a paciência. Usar falhas para esculpir a serenidade. Usar os obstáculos para abrir as janelas da inteligência. Jamais desista de si mesmo. Jamais desista das pessoas que você ama. Jamais desista de ser feliz!

A pessoa é feliz porque tem dinheiro? São muitas as pessoas que destruíram a sua vida por causa do dinheiro. Um provérbio da Tailândia diz: “A falsa felicidade faz a pessoa seguir um esquema e a torna presunçosa e detestável”. “A verdadeira felicidade torna a pessoa feliz até que ela transborde sabedoria e compaixão”.

Somos roteiristas do drama da nossa vida. Também somos o personagem principal. Skakespeare diz: “O mundo todo é um palco. E todos os seres humanos são meros atores”. Ninguém escreve o roteiro de nossa vida. Nós é que o escrevemos, encenamos e atuamos como estrela principal desse drama. Somos o autor e o personagem principal da nossa história. Para que ela seja uma grandiosa produção, é essencial nos familiarizarmos com o roteiro para encenarmos com expressividade.

A felicidade é o caminho a base para eu atingir as coisas que quero. A função desta felicidade esta na apreciação positiva e de metas claras. Eu sou feliz agora nesse instante com metas claras. Se eu não sou a pessoa mais feliz ou a pessoa plenamente feliz eu posso talvez dizer que seja minha meta, eu sou amiga da felicidade.

Mas felicidade não pode ser confundida com euforia. Felicidade é um projeto. Um projeto que vai ter seus altos e baixos, não significa propriamente euforia, mas em primeiro lugar, ter certeza do que busco. O que quero? O que estou construindo? Uma felicidade que torne a minha vida significativa.

O filósofo e poeta Daisaku Ikeda diz: “A nossa felicidade é a felicidade dos outros. Ver a nós próprios nos outros e sentirmos uma unicidade interior de união com eles, representa uma revolução fundamental na maneira de como vemos e vivemos nossa vida. Portanto, discriminar as outras pessoas é o mesmo que discriminar a nós mesmos. Quando magoamos os outros, magoamos a nós próprios. Afinal, ninguém consegue ser feliz sozinho”.

Felicidade não é o ponto que atinjo lá na frente. Felicidade não é o ponto final. Eu não posso estabelecer felicidade como uma meta de futuro. Não posso dizer que a felicidade esta no ponto de chegada. A minha vida não é tão extensa. Mas ter dentro de mim uma meta clara para atingir meus objetivos. A felicidade esta na disposição de diariamente estabelecer o que eu quero.

Ser feliz é o direito solene de todo ser humano. Ser feliz não é ter uma vida perfeita. Não chorar. Não falhar. De vez em quando não ser incoerente ou ter reações de irritabilidade. Ser feliz é se reinventar nos dias mais tristes.

Ser feliz e usar as nossas lágrimas para irrigar a sabedoria, e as nossas perdas é fracassos para construir os nossos pódios. Ser feliz é abraçar mais e julgar menos. Ser feliz e você se abraçar mais, dar tantas chances quantas necessárias para você mesmo. Você nunca pode esquecer que você deve ser um sonhador. É se sonhar não tenha medo de falhar e se falhar não tenha medo de chorar e se chora repense sua vida, mas não desista, de sempre uma nova chance para si mesmo. Os perdedores diante das turbulências da existência recuam. Os vencedores veem as tempestades e com ela a oportunidade de cultivar.

Nunca se esqueça, muitos amam os perfumes das flores, mas não sujam suas mãos para cultivá-las. Tenha coragem para cultivar as flores mais belas no teatro da sua mente e no solo da sua emoção. É saiba que você não é mais um número na multidão apesar dos seus defeitos. Você é um ser humano único. Nunca desista dos seus sonhos e nem das pessoas que vocês amam. Aplauda a vida como um espetáculo único e imperdível.

Você pode ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado. Mas não se esqueça de que sua vida é a maior empresa do mundo. Só você pode evitar que ela vá à falência. Há muitas pessoas que precisam, admiram e torcem por você.


Rosangela Lucas, professora e escritora.
 
Sitevip Internet