Olhar Conceito

Quarta-feira, 22 de maio de 2024

Notícias | Artesanato

em brasília

Telas, imagens sacras e bonecas de pano feitas por reeducandos de MT são destaque em evento

Foto: Reprodução

Telas, imagens sacras e bonecas de pano feitas por reeducandos de MT são destaque em evento
Telas, imagens sacras, bonecas de tecido e artefatos de madeira estão entre as peças de artesanato produzidas por reeducandos de Mato Grosso que foram apresentadas no 6º Seminário Nacional de Trabalho no Sistema Penal (Senappen), em Brasília, nessa terça-feira (16). O evento segue até sexta-feira (19) e tem como objetivo a troca de experiências nas unidades de ressocialização. 


Leia também 
Com ajuda dos pais, biólogo usa bioconstrução para casas que são até 10ºC mais frescas: ‘projeto de vida da família’


Os produtos foram confeccionados pelos reeducandos da Penitenciária Central do Estado (PCE), em Cuiabá, Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto, Cadeia Pública Feminina de Nortelândia e Penitenciária Major Eldo Sá Corrêa, em Rondonópolis, e apresentados pelos policiais penais Eudes Gonçalves e Claudiane Almeida, que representam Mato Grosso no evento.

A policial penal Claudiane Almeida destacou que o trabalho desenvolvido pelos privados de liberdade tem se tornado uma importante ferramenta de ressocialização, uma vez que eles passam por capacitação profissional e também encontram uma nova perspectiva de vida por meio das atividades desenvolvidas. 



"Essas iniciativas têm impactado positivamente a vida dos reeducandos, dando oportunidades de transformação e reintegração na sociedade. Também visam promover a conscientização, a reflexão e o desenvolvimento pessoal dos detentos, com o objetivo de reduzir a reincidência criminal e fomentar a ressocialização", enfatizou.

A servidora afirmou que a recuperação do privado de liberdade requer esforço de vários setores. "É importante ressaltar que a ressocialização não é um processo simples, mas sim um desafio complexo que exige esforço conjunto da sociedade, do sistema prisional e dos próprios detentos. As oficinas de trabalho desempenham um papel importante nesse processo, promovendo uma reinserção social de forma responsável e humanizada", pontuou.

O evento

O seminário conta com a presença de representantes de todos estados, com o objetivo de alinhar a execução da política de trabalho no Sistema Penal. Tem como público-alvo representantes dos órgãos da execução penal, representantes de instituições públicas e privadas que compõem a rede parceira da política de trabalho, integrantes da sociedade civil, os servidores dos sistemas prisionais estaduais e demais pessoas interessadas no tema.

No cerne das discussões está o intuito de promover o debate sobre a oferta de trabalho às pessoas em cumprimento de pena nos regimes fechado, semiaberto, aberto, em medidas alternativas à prisão, em medidas de segurança e egressas do sistema prisional. Na programação consta painéis com palestras, oficinas, momento para troca de experiência, visibilidade de boas práticas e entrega da certificação aos selecionados no Selo Resgata. 
 
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet