Olhar Direto

Sexta-feira, 16 de abril de 2021

Notícias / Informática & Tecnologia

Rupert Murdoch vai cobrar pelo conteúdo de todos os seus sites

Folha de S.Paulo

07 Ago 2009 - 15:26

O bilionário de origem australiana Rupert Murdoch, dono da News Corp., disse que vai cobrar pelo conteúdo on-line dos sites de notícias do grupo, que incluem jornais como os britânicos "The Times" e "The Sun" e o americano "New York Post" (que hoje têm acesso gratuito).

O modelo deve ser semelhante ao do "Wall Street Journal", que também pertence ao grupo e que combina matérias pagas com conteúdo gratuito.

"Jornalismo de qualidade não é barato, e uma indústria que dá de graça seu conteúdo está simplesmente canibalizando a sua capacidade de produzir boa reportagem", afirmou Murdoch em entrevista ontem, um dia após a News Corp. anunciar prejuízo de US$ 3,4 bilhões no último ano fiscal (período de 12 meses encerrado em 30 de junho).

Para o empresário, o modelo de cobrança do site do "Wall Street Journal" é o mais bem-sucedido do mundo e será usado para aumentar o faturamento com todo o conteúdo on-line do grupo. "O aumento que temos visto nas assinaturas do "Wall Street Journal" [no fim de 2007] prova para mim que o mercado está disposto a pagar por qualidade."

Ao lado do adotado pelo "Financial Times", que também cobra pelo conteúdo, o modelo do "Wall Street Journal" é considerado um dos poucos a dar lucro e continuar a se expandir. Outros jornais, no entanto, não tiveram experiências tão promissoras.

O "New York Times", por exemplo, passou a cobrar para que os leitores do site tivessem acesso aos material de colunistas. Pouco tempo depois, reverteu a decisão, com o fracasso da iniciativa. Agora, o jornal volta a discutir a cobrança do conteúdo on-line.

Essa discussão ocorre porque os jornais americanos e europeus, além de enfrentar a queda de leitores devido à internet, têm tido queda na receita com publicidade, fruto da crise que chegou antes e com mais força nessas economias.

Questionado sobre por que os leitores vão optar pelo material pago quando podem migrar para sites grátis, Murdoch disse que é preciso "tornar o conteúdo melhor e diferenciá-lo do de outras pessoas". Para o executivo, se a News Corp. for bem-sucedida, esse será o modelo adotado por toda a mídia. Ele disse que a medida será implantada no atual ano fiscal (que se encerra em 30 de junho de 2010).
Sitevip Internet