Olhar Direto

Quarta-feira, 01 de abril de 2020

Notícias / Cidades

Setecs já realizou mais de 12 mil inscrições

A Secretaria de Trabalho, Emprego, Cidadania e Assistência Social já tem 12.881 candidatos inscritos para casas do Programa de Arrendamento Residencial (PAR). Ao todo 1.947 casas serão distribuidas em diferentes bairros de Cuiabá.

Da Redação C/ Asssessoria

02 Abr 2009 - 09:33

Setecs já realizou mais de 12 mil inscrições
A Secretaria de Trabalho, Emprego, Cidadania e Assistência Social já tem 12.881 candidatos inscritos para casas do Programa de Arrendamento Residencial (PAR). Ao todo são 1.947 casas nos bairros Tijucal, Nova Conquista e Jardim Imperial II, todas em Cuiabá, sendo 500 no Residencial Avelino Lima Barros, 488 no Residencial Belita Costa Marques, 473 no Residencial Cláudio Marchetti e 486 no Residencial Buriti.

As inscrições iniciaram no dia 09 de março e se encerram no dia 8 de abril, são realizadas gratuitamente na antiga sede da Prosol, localizada na Rua General Vale, bairro Bandeirantes, das 8h às 18h. Os interessados nas casas do PAR devem apresentar RG, CPF e comprovante de renda familiar bruta entre R$ 700 a R$ 1.500. Os profissionais autônomos terão que comprovar renda através de uma declaração registrada em cartório e também devem possuir renda familiar bruta entre R$ 700 e R$ 1.500. Para os policiais militares, civis e membros das Forças Armadas, a renda mensal deve ser de no mínimo R$ 700 e máximo R$ 2.800.

Uma equipe de 14 profissionais foi disponibilizada para o atendimento ao público. Segundo a Superintendente de Habitação da Setecs, Lúcia Andrade, a maior procura entre os residenciais, até agora, é para o Cláudio Marchetti, que fica próximo ao bairro Jardim Imperial II, com 4.707 inscritos. Em seguida vem o Residencial Buriti, com 3.299 inscritos, para o Avelino foram registrados 2.475 candidatos e para o Belita, 2.229.

"A procura tem sido muito grande, temos atendido, em média, umas 900 pessoas diariamente. Tem gente dormindo na fila, à espera de ser um dos primeiros atendidos. Quero tranquilizar a todos que o Governo irá atender a toda a demanda, ninguém precisa se preocupar. Aumentamos o número de atendentes e de senhas distribuídas exatamente para isso. A casa própria é ainda o principal sonho do cidadão e o PAR é uma modalidade de programa habitacional que oferece condições mais acessíveis à população menos favorecida”, destacou Lúcia.

Os cidadãos que já fizeram cadastro para outros conjuntos habitacionais do PAR e desejam concorrer às casas destes novos residenciais devem refazer a inscrição.

INSCRIÇÕES ESPECIAIS
 
Atendendo à Lei Federal 10.741/2003 e também ao Decreto Estadual 8.187/2006, um total de 6% das unidades habitacionais dos residenciais será reservado para idosos e pessoas com deficiência, sendo 3% para idosos acima de 60 anos e 3% para os deficientes.



Sitevip Internet