Olhar Direto

Quinta-feira, 23 de maio de 2024

Notícias | Variedades

audiência

'Saturday Night Live' começa agressivo e corre atrás de audiência

Nem o mais otimista dos telespectadores imaginava que o Saturday Night Live fosse conquistar um grande público na estreia, domingo passado (27), na RedeTV!. Bateu de frente com o Domingão do Faustão e o Fantástico...

Nem o mais otimista dos telespectadores imaginava que o Saturday Night Live fosse conquistar um grande público na estreia, domingo passado (27), na RedeTV!. Bateu de frente com o Domingão do Faustão e o Fantástico, na Globo, com o Programa Silvio Santos, do SBT, o Domingo Espetacular, da Record, e - concorrente direto - o Pânico na Band. Conseguiu ínfimos 0,8 pontos de audiência. Não chega a ser uma pá de cal sobre o programa. Mas, para ter sobrevida, precisa se esforçar.


O caso é que a comparação com o SNL original deixa qualquer um no chinelo. Lá o programa é de 1975 e representou por décadas a chance de muito jovem comediante mostrar a cara na tevê. Entre eles, John Belushi, Bill Murray, Eddie Murphy, Robert Downey Jr., Adam Sandler, Mike Myers e muitos outros. Na caça aos talentos, a versão nacional vai ter de brigar com os ligadíssimos Zorra Total, A Praça é Nossa e a MTV, sempre de olho no que acontece na stand-up comedy e na internet.

Além disso, os convidados especiais do humorístico norte-americano espelhavam não apenas sua popularidade como a força da rede NBC, onde é apresentado. Presidentes, governadores e congressistas dos Estados Unidos visitaram o programa. Também deram as caras bilionários como Mark Zuckerberg, criador do Facebook, e atores e músicos com a fama de Salma Hayek, Steve Carell, Christina Aguilera, Mick Jagger, Ringo Starr e Sinead O'Connor, esta em uma célebre e polêmica aparição. A RedeTV! e Rafinha Bastos terão de se superar para conseguir entrevistados de porte. Marina Lima, cuja carreira foi deslocada e revitalizada na cena musical paulistana, ofereceu uma boa estreia musical.

A franquia brasileira do SNL começou agressiva e óbvia, com uma sátira à entrevista de Xuxa no Fantástico, com a boa atriz Renata Gaspar no papel de rainha dos baixinhos. Anderson Bizzocchi, ex-Quinta Categoria, do MTV, também arrancou algumas risadas e admiração ao cantar um bom rap no papel do contraventor Carlinhos Cachoeira. E ainda representou um torcedor de futebol sem limites e sem noção. O esquete com uma cerimônia de casamento ¿ com Claudio Carneiro no papel de noiva ¿ teve um humor non-sense da mesma linhagem do SNL original, assim como o quadro com a "entrevista" de Rafinha Bastos a uma apresentadora de TV.

O humor é perigosamente volátil e só sobrevive em ambientes arejados. Basta ver como o excepcional grupo Hermes & Renato, da MTV, afrouxou ao se mudar para o Legendários, da Record, sob a nova alcunha de Banana Mecânica. Talvez a produção tosca, o baixo orçamento e a audiência errática da RedeTV! sejam trunfos para o SNL. Mecanismos de poder emperram com gambiarras.
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet