Olhar Direto

Notícias / Cidades

Advogado invade entrevista de David Moura durante encerramento da tocha; fotos

Da Redação - Wesley Santiago

23 Jun 2016 - 20:08

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Advogado invade entrevista de David Moura durante encerramento da tocha;  fotos
O diretor jurídico do Sindicato dos Servidores da Área Instrumental (Sinpaig), Antônio Wagner, invadiu a entrevista do judoca David Moura durante o encerramento da tocha olímpica, na noite desta quinta-feira (23), que aconteceu na área externa da Arena Pantanal, em Cuiabá. Munido de uma faixa e bandeira da categoria, ele cobrou o pagamento do Reajuste Geral Anual (RGA) por parte do governador Pedro Taques (PSDB).

Leia mais:
Manifestantes cercam condutor da tocha que é obrigado a voltar para ônibus; vídeo e fotos
 
O advogado invadiu a entrevista do judoca e foi retirado as pressas pelos seguranças do evento. “Enquanto eles estavam gravando com o David Moura eu passei lá atrás e fiquei com nossa faixa de greve deixando claro que a nossa greve continua e não vai encerrar agora”, disse o advogado.



David Moura foi o último a conduzir a tocha durante o revezamento que aconteceu durante todo o dia em Várzea Grande e Cuiabá. Foram quase 150 pessoas que percorreram as ruas das duas cidades com o símbolo olímpico. O evento começou com um princípio de confusão, mas que logo foi contido.
 
Durante a tarde, os protestos dos servidores continuaram pelas ruas de Cuiabá, tudo de forma pacífica. Não houve registro de maiores problemas durante o percurso da tocha olímpica. Um grande aparato de Segurança Pública foi mobilizado para o evento.

55 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Antônio Wagner Oliveira
    25 Jun 2016 às 11:50

    Parece que ninguém mais ouve nossos gritos, nossa voz nas ruas Por: ANTONIO WAGNER OLIVEIRA Sobre o ocorrido na data de ontem, na passagem da TOCHA OLÍMPICA por Cuiabá, no episódio em que “poso” para as Câmeras atrás do grande Judoca DAVI MOURA, enquanto este era entrevistado por todas as redes de TV, com um banner escrito “ESTAMOS EM GREVE” já ao final da solenidade, tenho o DEVER institucional e pessoal de dar como contribuição a verdade dos fatos. AssessoriaWagner A primeira verdade é que continuamos em GREVE, já há mais de 24 DIAS ININTERRUPTOS. Pais e mães de família, alguns com mais de 30 anos de serviço e sessenta e tantos de idade. Sim, AVÓS NA GREVE, cadeirantes e um deficiente visual chamado Carlos (da saúde) que vai sozinho de ônibus e, quase não faltou às mobilizações, onde recita poemas. Ou seja, o povo, a população de servidores públicos ainda luta, e mesmo cansados, a GREVE CONTINUA. A segunda verdade é que parece que ninguém mais ouve nossos gritos, nossa voz nas ruas. A imprensa, no início mais atante e isenta nas notícias da greve, por agora já displicente, quase não notícia mais, como se a greve tivera acabado. E quando noticia, não vemos a mesma intenção de relatar a verdade dos fatos e atos públicos tão grandiosos como foram, sempre apontando dúvidas in

  • J.R
    24 Jun 2016 às 16:37

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • pedro
    24 Jun 2016 às 15:27

    CERTINHO ELE, PREOCUPADOS COM A TOCHA E ESQUECEM DO POVO QUE ESTA AI A MINGUA

  • Lilia
    24 Jun 2016 às 15:20

    Graças a Deus que foi um advogado, pois se fosse da educação teriam nos pregado na cruz de uma vez hahahahah

  • POVO
    24 Jun 2016 às 14:55

    Parece que os servidores não fazem falta nas repartições, nada mudou, tudo está funcionando melhor até. Ninguém é insubstituível.

  • alexandre
    24 Jun 2016 às 13:48

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Ademir
    24 Jun 2016 às 13:30

    Verdade como tem servidor público que se vangloria que passou em Concurso e não consegue escrever duas linhas corretamente, e querem RGA, todos já sabem que este movimento é político, é vermelho de vergonha, e como todoes estão vendo servidor não faz falta, paga logo este RGA e comece a limpar órgãos públicos de encostados Governador, é o que tem, péssimo trabalho e atendimento ao cidadão matogrossense, demita e abra PADs para quem continuar na greve ilegal, corte pontos, e deixem vir para o privado, em 1 mês são demitidos por serem ruins de serviço.

  • Alex do Santos
    24 Jun 2016 às 13:13

    Laura, não vou mais discutir contigo, pois estou sentindo um leve atrofiamento no meu cérebro a cada nova frase sua que leio. Nem precisa passar o número do seu celular, não vou adicionar no whats. Um grande abraço. Passar bem.

  • Alex do Santos
    24 Jun 2016 às 13:09

    Carlos Alberto, como eu disse anteriormente, a ignorância não é uma benção. Uma empresa não existe por si só, assim é o governo: não existe sem pessoas para trabalhar por ele. Essa barbaridade que V. Sa. falou: "tem que acabar com esse tal de funcionalismo publico" demonstra o tamanho da sua falta de conhecimento. Mas pra tudo tem jeito. Indico a V. Sa. o Livro de Direito Administrativo do ilustre Marcelo Alexandrino, quem sabe assim a escuridão da sua ignorância vá aos poucos sendo substituída pela luz do saber.

  • Roger
    24 Jun 2016 às 13:04

    ACHO QUE O ESPAÇO É DEMOCRÁTICO, MAS DIGA-SE DE PASSAGEM TODA LAIA DE GENTE POSTA AQUI. LAURA E ALEX DOS SANTOS, EU JÁ GRANDES AMORES COMEÇAREM POR DISCÓRDIA E BATE BOCA, SERÁ QUE ISSO VALE PRA VCS DOIS ???? ...

Sitevip Internet