Olhar Direto

Quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024

Notícias | Política MT

ESPELHO MEU

Janaína Riva diz que Silval Barbosa cumpriu mandato pelo PMDB e cita que parte da base de Taques era governista

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Janaína Riva diz que Silval Barbosa cumpriu mandato pelo PMDB e cita que parte da base de Taques era governista
A líder do PMDB na Assembleia Legislativa Mato Grosso, deputada estadual Janaína Riva, não utilizou meias palavras para defender o mandato do ex-governador Silval Barbosa pelo PMDB (2010-14) e lembrar que parcela considerável da base de sustentação do governador José Pedro Taques (PSDB), no Parlamento atual, era aliada do governo anterior. Ela afiançou que o PMDB não faz política olhando para trás e, sim, projetando o futuro.
 
“Não tenho temor de ser vinculada. Nem um pouco! O [ex] governador Silval veio, fez o trabalho dele, saiu da gestão [em 2014] e eu nem deputada era. Eu tenho que responder agora, pelo meu mandato”, cobrou ela, fazendo a defesa de Silval, mas sem se colocar como alvo.

Leia mais:
- Janaína Riva assume liderança do PMDB na Assembleia Legislativa e amplia força de oposição ao governo Taques
 
- Juíza nega pedido de Riva para realizar auditoria em cheques de funcionários fantasmas

No entanto, ela defende que representa a instituição PMDB, com mais de 50 anos de história, no país. “O PMDB está projetando o futuro de Mato Grosso. A gente não faz política olhando pra trás. O [ex] governador Silval era governador pelo PMDB e fez o seu trabalho!  Tenho toda liberdade para fazer isso [exercer a liderança]. Quando falo é posicionamento do partido. Defino bem a posição do partido quando defendo as minhas posições”, sintetizou ela, após cobrar que os deputados reeleitos expliquem porque apoiaram Silval.
  
“Certamente os deputados da atual legislatura e que eram da anterior podem responder, melhor do que eu, pelas ações cometidas pelo governador Silval Barbosa. Muitos deputados da base do governador Pedro Taques que eram todos da base do então governador Silval. Com raras exceções. A maioria era base do governador Silval. Eles, sim, podem responder o que ocorreu com mais propriedade, na gestão passada”, cutucou Janaína.
 
Dos 14 reeleitos para continuarem no Edifício Dante de Oliveira, apenas três eram oposição ao governo peemedebista: Zeca Viana (PDT), Dilmar Dal’Bosco (DEM) e Adalto Daltinho Freitas (SD).
 
Os demais compunham  a base de apoio de Silval Barbosa, no Poder Legislativo, até fins de 2014: Romoaldo Júnior (PMDB), que foi líder do governo na Assembleia; Mauro Savi (PSB), Guilherme Maluf (PSDB), Wagner Ramos (PSD), Pedro Satélite (PSD), Gilmar Fabris (PSD), Baiano Filho (PSDB), Sebastião Rezende (PSC), Nininho Ondanir Bortolini (PSD),  Zé Domingos Fraga Frilho (PSD). Baiano Filho deixou o PMDB no ano passado e se filiou ao PSDB.
 
“Mas nós, do PMDB, acreditamos que temos o compromisso de mudar o futuro de Mato Grosso. E a oposição está trabalhando para isso”, complementou Janaína. 
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet