Olhar Direto

Sábado, 25 de maio de 2024

Notícias | Política MT

SUCESSÃO ESTADUAL 2018

Antônio Joaquim se despede do TCE para ser candidato a governador e faz estradeiro Cuiabá-Santarém

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Antônio Joaquim se despede do TCE para ser candidato a governador e faz estradeiro Cuiabá-Santarém
Depois 15 anos, o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), conselheiro Antônio Joaquim Neto, sai de férias e vai disputar o governo de Mato Grosso, na eleição de 2018. Ele assegurou que não teme ser atingido pela delação premiada do ex-governador Silval Barbosa (PMDB) à Procuradoria Geral da República, homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), e anunciou que, como primeiro ato da sua pré-campanha, vai realizar um o Estradeiro da BR-163 de Cuiabá-Santarém.

 
Na sessão ordinária do Pleno desta terça-feira (29), ele fez um balanço dos avanços do TCE e suas conquistas, agradeceu aos colegas e anunciou a saída da corte.

Leia Mais:
- Antônio Joaquim sai de férias e em setembro começa sua pré-campanha de governador
 
“Isso não me assusta, não! Não devo nada. Talvez possa ter problemas políticos. Mas duvido que [a investigação da delação] encontre um fiapo de prova contra mim”, assegurou Antônio Joaquim, sobre a investigação do Ministério Público Federal, a partir da denúncia de Barbosa.
 
Para demonstrar sua tranqüilidade sobre o episódio, Antônio Joaquim recorreu a uma gíria das décadas de 1970 e 1980 para comprovar que não se preocupa com a investigação homologada pelo STF. “Estou livre, leve e solto!”, proclamou o presidente do TCE.
 
Como primeiro medida da pré-campanha, ele vai fazer uma viagem ao estilo ‘estradeiro’ pela BR-163, desde Cuiabá até o Porto Santarém, no Pará. A projeção é de fazer o percurso em 18 dias, com paradas em algumas cidades.
 
“Vamos de carro pela Cuiabá- Santarém, parando nas cidades, em 18 dias. Podemos ter algumas reuniões em determinadas cidades. Vamos fazer paradas táticas, no Porto Miritituba e  no Porto Santarém. Tenho  obrigação de fazer esta viagem”, explicou Antônio Joaquim, enfatizando a busca de Mato Grosso por melhoria da logística, diante de sua vocação ímpar para o agronegócio.
 
Há poucas semanas, anunciou em no grupo GW100, de WhatsApp, sua decisão de deixar o cargo de conselheiro, após 15 anos, tendo sido duas vezes presidente do TCE. Ele deve enfrentar o governador José Pedro Taques (PSDB), pré-candidato à reeleição.
 
Antônio Joaquim foi duas vezes deputado estadual e duas vezes deputado federal, secretário de Estado de Educação e de Agricultura, no governo Dante de Oliveira – 1995-2002. Ele foi um dos sub-relatores da Assembleia Constituinte de Mato Grosso, em 1989, tendo como relator geral o então deputado Luiz Vitório Soares, atual secretário de Estado de Saúde. 
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet