Olhar Direto

Sábado, 15 de maio de 2021

Notícias | Política MT

Exige explicação

Taques vê debate positivo, mas critica Mauro por não responder sobre redução em secretarias

30 Ago 2018 - 15:25

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo / Da Reportagem Local - Érika Oliveira

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Taques vê debate positivo, mas critica Mauro por não responder sobre redução em secretarias
Satisfeito com a sua atuação no primeiro debate entre os candidatos ao Governo do Estado, o governador Pedro Taques (PSDB), ao sair do prédio da TV Gazeta, voltou a cobrar explicações ao ex-prefeito Mauro Mendes (DEM) sobre seu discurso de extinguir algumas secretarias para cortar gastos, no caso de ser eleito.

Leia mais
Entenda a estratégia de cada candidato no primeiro debate ao governo de MT; bastidores, troca de farpas e provocações


De acordo com o candidato a reeleição, Mendes, que não quis entrar em detalhe, ou dizer qual pasta pretende cortar, tem o dever de deixar claro que secretaria irá eliminar para não enganar o cidadão e principalmente o servidor público que irá perder o seu emprego.

“Não sei se é factível isso por que ele ficou escondendo. Será que vai acabar com a secretaria de Cultura? Vai acabar com a secretaria de Agricultura Familiar? Vai acabar com qual secretaria? Ele precisa falar. Se for falar só depois que o jogo terminar não adianta, por que você pode estar enganando inclusive as pessoas que vão perder emprego”, questionou o governador.

“Acho que isso é uma forma de mascarar o que será feito. Eu não acabarei com a secretaria de cultura. Não acabarei com a secretaria de Agricultura Familiar. Precisamos enxugar a máquina como fizemos. Economizamos mais de R$ 1 bilhão. Mato Grosso precisa sim melhorar e isso estamos fazendo. Não podemos voltar a estaca zero e começar tudo de novo. É lógico que apontar o dedo é fácil, agora eu quero ver fazer sem dinheiro”, analisou.

Sobre o debate em geral, o tucano avaliou que teve um bom desempenho e destacou que irá manter a conduta de não atacar nenhum de seus adversários, apesar de entender que foi o mais atacado entre os cinco candidatos nesta manhã.

“Minha avaliação do debate é a melhor possível. Quero cumprimentar o Grupo Gazeta e dizer que democracia se faz com debates, com propostas, como nós fizemos. Não nos cabe atacar pessoalmente quem quer que seja. O que nos cabe é falar a verdade, mostrar o que fizemos e não ficar com promessas vazias. Eu só fui atacado, mas agi com total tranqüilidade. O cidadão quer propostas, quer informação e é isso que nós temos”, finalizou.

O debate da TV Gazeta aconteceu no final da manhã desta quinta-feira (30) e contou com a presença dos cinco candidatos ao governo. O próximo debate televisivo irá acontecer na próxima segunda na TV Cuiabá.
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet