Olhar Direto

Terça-feira, 27 de outubro de 2020

Notícias / Cidades

Homem que espancou mulher recém operada é preso ao ameaçar pessoas em casa de carne de bairro nobre

Da Redação - Wesley Santiago

24 Jul 2019 - 08:38

Foto: Reprodução/Ilustração

Imagem ilustrativa

Imagem ilustrativa

Clélio Diirkes de Oliveira, 59 anos, foi preso na noite da última terça-feira (23), após ameaçar pessoas dentro da casa de carne ‘Boi do Mato’, no bairro Duque de Caxias, em Cuiabá. As vítimas conseguiram conter o homem e pegaram a arma que estava em sua cintura. Ao ser detido, ele se passou por Policial Rodoviário Federal (PRF). Em abril deste ano, o mesmo homem espancou a mulher, que estava recém operada e o filho de 14 anos.

Leia mais:
Adolescente é estuprado e espancado durante seis meses por homem de 26 anos
 
Segundo as informações do boletim de ocorrências, o homem chegou ao local bastante exaltado e uma das vítimas tentou falar com ele e acalmá-lo, já que ele a conhecia. Porém, Clélio ficou ainda mais nervoso e disse: “Você me conhece, eu vou rebentar com você”. Logo depois, ele saiu da casa de carne.
 
Depois de alguns minutos, o homem retornou ao local. Percebendo a atitude do acusado, uma das vítimas segurou suas duas mãos, enquanto outra pessoa retirou a arma de sua cintura. A Polícia Militar foi acionada e efetuou a prisão. Questionado sobre a documentação da pistola, Clélio se passou por Policial Rodoviário Federal. Porém, não apresentou nada que confirmasse sua versão.
 
Esta não é a primeira vez que ele se passa por PRF. Em abril deste ano, Clélio foi preso por acusado de ter espancado a esposa de 39 anos e o seu enteado de 14, no bairro Santa Rosa, em Cuiabá. A mulher havia acabado de passar por uma cirurgia.
 
Segundo o boletim de ocorrências, as agressões começaram depois que o suspeito chegou na residência muito agressivo e embriagado. A vítima foi puxada pelo cabelo e recebeu chutes pelo seu corpo, além de ter a cabeça batida na parede.
 
Depois das agressões, a mulher disse que o homem também agrediu o enteado. Antes deste episódio, o homem já havia quebrado o notebook dela. Na ocasião, ele se apresentou como PRF, mas o órgão disse – em nota – que Clélio nunca pertenceu ao quadro de agentes.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet