Olhar Direto

Domingo, 15 de setembro de 2019

Notícias / Cidades

Secretário confirma que visitas podem ficar suspensas por um mês na PCE; veja imagens da inspeção

Da Redação - Wesley Santiago

16 Ago 2019 - 17:18

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Secretário confirma que visitas podem ficar suspensas por um mês na PCE; veja imagens da inspeção
As visitas de familiares aos detentos que estão reclusos na Penitenciária Central do Estado (PCE) deverão ficar suspensas por até um mês. A informação, que havia sido divulgada pelo Olhar Direto na quarta-feira (14), foi confirmada pelo secretário de Segurança Pública (Sesp), Alexandre Bustamante. Segundo ele, a operação é necessária e servirá para melhorar o ambiente e proporcionar um melhor controle.

Leia mais:
Fake news sobre ataque em Várzea Grande mobiliza 20 viaturas e colégios suspendem aula
 
“As visitas estão suspensas e as famílias precisam entender. Estamos fazendo uma obra dentro de uma casa com dois mil moradores. A média de visitas é de 600. Para cada um que sai da cela, tenho que colocar profissionais que fazem escolta até a área de visita. Imagina como vou fazer as obras em 30 dias se todo dia tenho que fazer este trâmite. É mais fácil segurar as visitas, terminar as obras e depois liberar”, disse o secretário.
 
Segundo Bustamante, foi estabelecido um prazo de 30 dias. Porém, caso as obras sejam rápidas, o tempo de suspensão das visitas poderá ser menor. “Dentro do cálculo que estamos fazendo, a demanda de material, qualidade do serviço, precisamos de um mês. Acredito que podemos antecipar, mas não vou dar um prazo menor que este”.
 
“Uma medida que vamos tomar, que não estava programado, é que vamos ter uma visita de uma comissão da OAB, Defensoria Pública e Poder Judiciária. Eles farão um boletim diário para a imprensa e as famílias, farão uma visita diária”, finaliza o secretário.
 
É um momento em que temos servidores disponíveis e que a segurança será garantida. Nós contamos com a compreensão das famílias dos reeducandos, porque está tudo sendo feito também para que eles possam ser melhor recebidos, em um ambiente com mais espaço”, disse a presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários (Sindspen), Jacira Maria da Costa.

A operação de reforma na Penitenciária Central do Estado foi iniciada na segunda-feira (12) e estão sendo realizadas mudanças nas celas, pinturas e retirada de produtos que estão em desconformidade com o Manual de Procedimento Operacional Padrão do Sistema Penitenciário.

Além da reforma, a operação de revista geral tem o objetivo de fortalecer as ações de enfrentamento a crimes que possam ser cometidos dentro da unidade penal, além de se antecipar a possíveis atos delituosos.

Durante esta semana estão suspensas as visitas aos reeducandos, assim como o atendimento a advogados e defensores públicos. Apenas as escoltas emergenciais, em caso de saúde, serão realizadas.

A operação é realizada apenas na Penitenciária Central do Estado, não sendo estendida a nenhuma outra unidade no interior ou mesmo na Capital.

Entre os materiais em excesso que estão sendo retirados, segundo o Sindicato dos Agentes Penitenciários (Sindspen), estão televisores, ventiladores, prestobarba, sanduicheiras e outros eletrodomésticos. “É uma limpa. O excesso atrapalha o trabalho de revista dentro da unidade. É até uma questão de saúde, temos um número alarmante de doenças infectos contagiosas”, disse a presidente do Sindspen, Jacira Maria da Costa.



Ameaça

Áudios que circulam pelas redes sociais apontam para a possibilidade de um novo ‘salve geral’ em Cuiabá. As mensagens começaram a circular na última terça-feira (13), após um limpa ser feito dentro da Penitenciária Central do Estado (PCE), com o objetivo de fortalecer as ações de enfrentamento a crimes que possam ser cometidos dentro da unidade penal, além de se antecipar a possíveis atos delituosos. A Secretaria de Segurança Pública (Sesp) informou que os envolvidos serão responsabilizados criminalmente.

Veja abaixo, na galeria de imagens, fotos da inspeção realizada na PCE. Na operação, o Grupo de Intervenção Rápida agiu sem efetuar nenhum disparo de arma, mantendo o atendimento médico. A unidade passou por uma verdadeira faxina e será reformada por dentro.
 

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • silvio lopes de moraes
    17 Ago 2019 às 07:59

    Pela imagens da pra ver que tomaram conta do presidio.Parabéns ao estado pela postura.

Sitevip Internet