Olhar Direto

Sábado, 14 de dezembro de 2019

Notícias / Política MT

Ex-vice-governador diz que está pronto para viabilizar candidatura para vaga de Selma

Da Redação - Vinicius Mendes / Da Reportagem Local - Érika Oliveira

11 Set 2019 - 15:07

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Ex-vice-governador diz que está pronto para viabilizar candidatura para vaga de Selma
O ex-vice-governador Carlos Fávaro (PSD) afirmou que não nada que o impeça de disputar eventuais novas eleições para a vaga da senadora Selma Arruda (PSL), caso o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decida pela cassação. Ele afirmou que está pronto para viabilizar uma nova candidatura e ainda tem esperanças de que possa ocupar o cargo de Selma até que o novo pleito seja concluído.
 
Leia mais:
Selma recebe apoio de movimento social e de senador após parecer da PGR
 
Selma Arruda, eleita como a candidata mais votada em 2018, com quase 700 mil votos, foi cassada por unanimidade após pouco mais de dois meses no mandato, por unanimidade, pelo Pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) no último mês de abril.
 
O processo seguiu para Brasília e a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, defendeu, em parecer publicado nesta terça-feira (10) que novas eleições sejam realizadas caso o TSE mantenha a cassação por caixa 2 e abuso de poder econômico.
 
O terceiro candidato mais votado, de Mato Grosso, para o cargo de senador nas eleições de 2018 foi o ex-vice-governador Carlos Fávaro. Ele disse confiar na Justiça e afirmou que, se a cassação for mantida no TSE, está pronto para viabilizar uma nova candidatura para a vaga no Senado.
 
"A Justiça brasileira tem se mostrado muito séria, como deve ser. Eu acredito que agora o processo está concluso, cabe ao relator finalizar o seu voto e levar ao Pleno para concluir o assunto. [...] Veja bem, se houver a vacância, não tem problema nenhum eu disputar nova eleição, posso viabilizar uma nova candidatura”, disse o ex-candidato.
 
Fávaro ainda afirmou que existe dubiedade com relação à vacância do cargo de senador, pois no caso de Selma toda a sua chapa foi cassada, ou seja, nem o primeiro ou segundo suplente assumiria o cargo. Neste caso o Estado de Mato Grosso ficaria com um representante a menos no Senado.
 
“A questão que nós estamos levantando, que a corte vai decidir, é que não existe nenhum cargo no Brasil que existe vacância, e vai se tornar o primeiro caso no Senado, porque se morre o presidente da República, se chama o vice-presidente, se morre o vice chama o presidente da Câmara, se morre o da Câmara chama o presidente do Supremo. Assim é para o prefeito, para o governador, assim é para o deputado Estadual, deputado federal, e no caso esta decisão está dizendo que o único cargo que não tem suplência no Brasil é senador”.
 
O Pleno do TRE-MT, ao cassar Selma, já havia rejeitado o pedido de Fávaro para que ocupasse a vaga da ex-juíza até que as novas eleições fossem concluídas. Ele reforçou que Mato Grosso seria prejudicado caso fique com apenas dois senadores para representá-lo. Porém, disse que quer aguardar a decisão do TSE e, mesmo que não ocupe a vaga neste período, afirmou que irá disputar o cargo.
 
“A Câmara Federal representa o povo, por isso tem a proporcionalidade dos estados, com mais população, mais representantes. Já o Senado representa o Estado, representa a Federação, e todos são iguais, então como pode um Estado ficar sub-representado só com dois senadores? São matérias constitucionais que não sou eu quem vai dizer, quem vai ter que dizer isso são as cortes superiores”, explicou Fávaro.

17 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • jose renato
    12 Set 2019 às 10:33

    Esse não ganha nunca, até o procurador Mauro o cantor de lambadão tem mais chance que ele.

  • sediclaur
    12 Set 2019 às 10:30

    Vai trabalhar ô mané! Sai fora! Você não ganha nem pra síndico de condomínio sujeito! A população de MT tá com nojo de vc.

  • silas andrade barreto
    12 Set 2019 às 09:46

    ja perdeu uma vez vai perder de novo nao adianta chorar!!

  • Patropi
    12 Set 2019 às 09:25

    kkkkkkkkkkkk, acha que será eleito. Se o Taques candidatar , com certeza vencerá.

  • Pagadora de Impostos
    12 Set 2019 às 08:54

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Gladston
    12 Set 2019 às 08:43

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Pedro
    12 Set 2019 às 08:20

    Não dá para confiar nesse cidadao, que abandou o barco que Pedro Taques estava conduzindo. Mostrando não ser confiavel.

  • josé de souza
    11 Set 2019 às 21:40

    QUEREMOS UM NOME NATO DA CUIABANIA OU MATOGRSSENSE NATO, TEM VÁRIOS NOME DE GENTE NATO DO NOSSO MATO GROSSO, PERCIVAL MUNIZ, EX. PREFEITO DE CUIABÁ ROBERTO FRANÇA, JOSAIR LOPES, WILSON SANTOS, JULIO CAMPOS, TEM NOMES ILUSTRES.

  • Brenno
    11 Set 2019 às 21:23

    Se tiver novas eleições, voto em quem a Senadora Selma pedir... simples assim! Fávaro, não nos faça rir!

  • Antônio
    11 Set 2019 às 20:14

    Voto num cachorro rabugento mas não voto nisso...

Sitevip Internet