Olhar Direto

Terça-feira, 26 de janeiro de 2021

Notícias / Política MT

Abraçado por 13 partidos, Emanuel afirma que dá vontade de ser candidato novamente e destaca força de aliança

Da Redação - Wesley Santiago/Da Reportagem Local - Carlos Gustavo Dorileo

21 Set 2019 - 12:40

Foto: Assessoria

Abraçado por 13 partidos, Emanuel afirma que dá vontade de ser candidato novamente e destaca força de aliança
O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) foi ‘abraçado’ por 13 partidos políticos que declararam, de forma uníssona, apoio a uma possível candidatura para que ele concorra à eleição no ano que vem. Em evento realizado neste sábado (21), que angariou cerca de mil pessoas, o gestor municipal destacou a força da aliança construída e pontuou, ao ver toda a mobilização realizada, que “dá vontade de ser candidato novamente”.

Leia mais:
Blairo elogia gestão de Emanuel e prevê embate entre emedebista e grupo de Mauro Mendes
 
Em discursos inflamados, lideranças de 13 partidos (MDB; PV; PP; PTB; PRTB; PSD; PSDB; PL; PSC; PSB; PMB; Republicanos e Avante) encamparam a bandeira da candidatura à reeleição de Emanuel Pinheiro, que chamou a aliança de maior força política da capital mato-grossense e também do Estado.
 
“Da vontade de ser candidato novamente. Uma manifestação como esta, em um momento em que os partidos se dividem, se digladiam, Cuiabá parece que é uma ilha isolada neste complicado e radicalizado processo político partidário e eleitoral brasileiro. Aqui, as forças se juntam, se agregam, unem-se porque querem o melhor para a Capital”, discursou Emanuel.
 
O prefeito ainda destacou que este conjunto de 13 partidos é praticamente imbatível e afirmou que não é o seu nome que é forte, mas sim ela aliança de todas as siglas que estiveram presentes no evento da manhã deste sábado.
 
“Se continuarmos neste processo, propondo políticas publicas com amor por Cuiabá, cuidando da vida das pessoas, priorizando os mais carentes e menos favorecidos, temos tudo para ser a grande referência política na capital de Mato Grosso seja quem for o candidato. Este projeto não pertence a Emanuel e sim a Cuiabá e o Estado. Um longo caminho foi construído para eu chegar até aqui, estou sendo beneficiado por uma história de vida, sob o comando de Carlos Bezerra e de Teté Bezerra”, exclamou o prefeito.
 
Emanuel, que desta vez apareceu no evento sem a presença da primeira-dama, Márcia Pinheiro, que é contra a ideia de uma reeleição do marido, não bateu o martelo sobre a sua pré-candidatura. Nos bastidores, diz-se que o evento foi realizado com o objetivo de convencer o gestor, mostrando a ele a base que deverá o acompanhar no ano que vem.  

Comentários no Facebook

Sitevip Internet