Olhar Direto

Terça-feira, 15 de junho de 2021

Notícias | Política MT

CANDIDATURA À VISTA

Secretário de Mendes liga ‘metralhadora’ contra Emanuel e desafia prefeito a renunciar o cargo

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Secretário de Mendes liga ‘metralhadora’ contra Emanuel e desafia prefeito a renunciar o cargo
Um dos nomes prediletos do Palácio Paiaguás para a disputa da Prefeitura de Cuiabá em 2020, o secretário-chefe da Casa Civil do Estado, Mauro Carvalho, disparou duras críticas contra o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) na manhã desta quinta-feira (14). Questionado sobre a tensão entre o governador Mauro Mendes (DEM) e o gestor da Capital, Carvalho disse que suportou dez meses de ataques e garantiu que não irá mais se calar diante de ofensas que segundo ele sempre partiram do emedebista.

Mauro Carvalho não bateu o martelo sobre uma eventual candidatura, mas também não descartou participar do pleito. De todo modo, se comportou como pré-candidato e garantiu, embora não faça parte do quadro de filiados do Democratas, que não há possibilidade de o partido não lançar candidatura própria nas próximas eleições.

Leia mais:
Mendes dará “jantar especial” para comemorar boa relação com prefeitos: recebo muitos elogios

“Nesses dez meses de gestão eu sempre me comportei na Casa Civil de forma muito discreta, evitando entrevistas, evitando assuntos polêmicos... Mas são dez meses de ataques, dez meses de ofensas, cabe a mim fazer a defesa do governador e chega uma hora que eu preciso fazer essa defesa. É o que eu estou fazendo aqui hoje. Chega! A Casa Civil não vai ficar mais quieta, seja de quem for o ataque nós vamos responder à altura. De forma transparente, séria e honesta”, pontuou Mauro Carvalho, em entrevista à Rádio Capital FM.

E um desses supostos ataques, segundo o jornalista e ex-senador Antero Paes de Barros, seria com relação ao início da construção do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC). Durante a entrevista, Antero afirmou que Emanuel teria acusado o governador Mauro Mendes, que antecedeu a gestão de Pinheiro na Prefeitura de Cuiabá, de ter lhe deixado as obras do novo Pronto-Socorro “abandonadas”.

Carvalho reagiu e desafiou o prefeito a provar tais acusações, sugerindo inclusive que o emedebista renuncie ao seu cargo caso consiga confirmar as alegações. “Eu desafio o prefeito Emanuel Pinheiro a provar que essa obra estava abandonada. Nós temos as planilhas de todas as medições que foram feitas no ano de 2016, que foi o ano do ultimo mandato do Mauro Mendes como prefeito da Capital. Se ele conseguir provar que a obra estava abandonada eu renuncio o meu cargo na Casa Civil e eu gostaria que ele fizesse o mesmo na Prefeitura de Cuiabá, caso ele não consiga provar que realmente essa obra estava abandonada e parada”.

O secretário relembrou, ainda, do fechamento da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá e criticou a gestão financeira da Prefeitura de Cuiabá, que segundo ele piorou muito desde que Emanuel assumiu o Alencastro.

“Na política a gente tem que ter o salto sempre muito baixinho, porque política se faz em grupo. Essa humildade é o que falta no prefeito Emanuel Pinheiro, de reconhecer não só o trabalho do Mauro Mendes, mas dos outros prefeitos que passaram pela Prefeitura de Cuiabá. Esse reconhecimento é a grandeza de um político, que o prefeito Emanuel Pinheiro não tem”, disparou.

“Em 2016, nós éramos a 11ª Capital em resultados econômicos, hoje nós passamos para a 25ª. Nós passamos da letra B para a C. Nós saímos de 334ª a nível de Brasil, de cidades, para 2.200ª. Isso é bucha de canhão. Mauro Mendes entregou a Prefeitura com a LRF em 47%, hoje está em 51.3%. Essa é a verdadeira bucha de canhão. É igual aquele carro que você vai vender e manda lavar, manda polir, passa aquele pretinho no pneu e o carro fica maravilhoso por fora, mas na hora de dar partida e andar com ele o motor está fundido. A Prefeitura não pode ser avaliada só porque está pintando rua, pintando escola, inaugurando não sei o quê...”, acrescentou Mauro Carvalho.

Por fim, o chefe da Casa Civil de Mendes ironizou o lançamento da pré-candidatura do vice-prefeito Niuan Ribeiro (Pode). E sugeriu, sem citar nomes, que Emanuel Pinheiro se cuide pois há, segundo ele, outros candidatos de oposição “infiltrados” na Prefeitura.

“O prefeito Emanuel Pinheiro diz que tem pessoas no Paiaguás encantadas com a gestão dele, mas se esquece de cuidar do Alencastro, porque tem gente no 6º andar que é candidato a prefeito. E se ele olhar em todos os andares da Prefeitura ele vai encontrar mais candidato pra disputar contra ele. Eu vou me abster de falar esse nome aí, mas no início do ano vocês vão saber quem é”, finalizou.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet