Olhar Direto

Domingo, 08 de dezembro de 2019

Notícias / Política MT

Taques avalia se irá à ALMT fazer defesa das contas de sua gestão em 2018

Da Redação - Vinicius Mendes / Da Reportagem Local - Carlos Dorileo

20 Nov 2019 - 15:52

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Taques avalia se irá à ALMT fazer defesa das contas de sua gestão em 2018
O ex-governador Pedro Taques afirmou que sua assessoria jurídica avalia se ele irá à Assembleia Legislativa de Mato Grosso fazer a defesa das contas de sua gestão relativas ao ano de 2018. O relatório das contas, produzido pela deputada estadual Janaina Riva (MDB), já está finalizado e deve ser votado na Comissão de Orçamento da Assembleia Legislativa já no dia 11 de dezembro.
 
Leia mais:
“Não vim chorar”: Taques admite erros no TCE e garante aprovação de contas com mais de 40 recomendações
 
Em entrevista à imprensa na noite desta segunda-feira (18), Taques afirmou que ainda avalia se irá à ALMT para fazer a defesa das contas referentes à sua gestão à frente do Governo do Estado no ano de 2018.
 
“Eu espero que a Assembleia Legislativa cumpra o seu papel constitucional. A minha assessoria jurídica, ainda nós não chegamos a esta conclusão [de ir à ALMT fazer defesa], se for o caso iremos em respeito à Assembleia Legislativa”, disse.
 
No último mês de agosto o ex-governador Pedro Taques foi pessoalmente ao Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE-MT) fazer a defesa de suas contas de 2018 no Governo, fato inédito entre todos os ex-governadores do Estado.
 
O TCE recomendou pela aprovação com mais de 40 recomendações das contas. O relatório do conselheiro interino Isaias Lopes da Cunha foi avalizado pelos demais conselheiros. O parecer prévio favorável serve como instrumento de consulta para deputados estaduais e o processo de julgamento só termina no Plenário da Assembleia Legislativa.
 
A relatora das contas, deputada Janaina Riva garantiu que seu relatório já está pronto e que deve ser encaminhado para procuradoria da Assembleia Legislativa nos próximos dias para ser realizado algumas correções, para poder ir para Plenário já na segunda semana de dezembro.
 
Em seu parecer, a parlamentar questiona incoerências dos conselheiros do Tribunal de Contas (TCE) em não reconhecer irregularidades no último ano de gestão de Taques, que foram apontadas por eles próprios em prefeituras do interior do Estado.
 
Janaina assegurou que tomou muito cuidado na produção do relatório e que irá apresentar provas técnicas, usando inclusive as decisões dos próprios conselheiros do TCE, para provar que o ex-governador teve um tratamento diferenciado na corte, que aprovou por unanimidade suas contas, acatando o argumento do tucano de que sua administração foi duramente prejudicada pela crise econômica que o país enfrenta. Taques afirmou que aguarda o resultado do relatório da deputada.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • José
    21 Nov 2019 às 09:18

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Nilton Ferreira
    21 Nov 2019 às 07:26

    bom que a decisão do TCE permite que TODOS municípios desviem fundos alegando crise de caixa sem , com isso, serem punidos.

  • Gabriel
    21 Nov 2019 às 06:35

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet