Olhar Direto

Segunda-feira, 03 de agosto de 2020

Notícias / Cidades

Crianças se trancaram em sala após professor invadir escola e esfaquear diretora

Da Redação - Wesley Santiago

30 Nov 2019 - 17:01

Foto: Reprodução/PMMT

Crianças se trancaram em sala após professor invadir escola e esfaquear diretora
O ataque ocorrido na Escola Municipal Daniel Paulista Campos, localizada no Residencial Margaridas, em Rondonópolis (215 quilômetros de Cuiabá), nesta sexta-feira (29), levou pavor aos alunos da unidade, que foram mantidos dentro das salas de aula, após o professor de matemática, Cleiton Gomes da Silva, 45 anos, invadir o local armado e esfaquear a diretora, identificada como Rosileide Vaz da Silva.

Leia mais:
Professor invade escola, esfaqueia diretora e tenta matar funcionária; fotos
 
Segundo a Secretaria Municipal de Educação (Semed), os alunos estavam na escola no momento da agressão e foram mantidos nas salas de aulas pelos professores para que a segurança de todos fosse garantida. Logo depois, todos foram dispensados.
 
A Prefeitura Municipal de Rondonópolis informou ainda que as aulas estão suspensas na Escola Daniel Paulista nesta sexta-feira (29). Ainda será analisado quando as atividades voltarão a normalidade.
 
Equipes da prefeitura acompanham a condição de saúde da diretora que está internada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Até às 9h desta sexta, a diretora ainda estava recebendo atendimento médico. Segundo a equipe médica, Rosileide teve três perfurações: uma no ombro, outra no cotovelo e outra nos dedos da mão. Ela está estável.
 
A Prefeitura de Rondonópolis emitiu nota lamentando o ocorrido. Além disto, informou que as secretárias municipais de Educação, Carmen Garcia Monteiro e de Governo, Mara Gleibe da Fonseca, estão acompanhando o caso.

O caso

Um professor de matemática, identificado como Cleiton Gomes da Silva, 45 anos, foi preso na manhã desta sexta-feira (29), após invadir a Escola Municipal Daniel Paulista de Campos, no bairro Margaridas, em Rondonópolis (215 quilômetros de Cuiabá) e esfaquear a diretora, identificada como Rosileide Vaz. Uma funcionária da unidade também foi alvo do criminoso.

Testemunhas relataram aos policiais que atenderam o caso que o homem chegou na unidade, na qual trabalha como professor de matemática, invadiu a sala da diretora, colocou uma mesa na porta para impedir a saída ou entrada de pessoas e tirou de sua bolsa uma faca.

Logo depois, o acusado partiu para cima da funcionária e também da diretora, sendo que a segunda acabou atingida. Uma das pessoas que estava na sala conseguiu retirar a mesa e gritar por socorro. 

Populares conseguiram retirar a faca da mão do professor e contê-lo até a chegada da Polícia Militar.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Ela
    02 Dez 2019 às 13:08

    Diretor hoje é profissão de risco. Ou se rende ao corporativismo ou será odiado por quase todos.

  • totó
    30 Nov 2019 às 19:11

    Esse não pode ser professor, um descontrolado desse , o lugar dele deve ser na cela, sob pena máxima imposta mediante anais da lei.

Sitevip Internet