Olhar Direto

Terça-feira, 26 de maio de 2020

Notícias / Cidades

Pastor e esposa são presos por negar interrupção de culto e incitar fieis a avançar na PM

Da Redação – Fabiana Mendes

27 Mar 2020 - 15:05

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Pastor e esposa são presos por negar interrupção de culto e incitar fieis a avançar na PM
Um casal de religiosos foi preso na noite desta quinta-feira (26), por realizar um culto na Igreja Mundial, no bairro Setor Sul, no município de Vila Rica (a 1.116 quilômetros de Cuiabá). O homem de 34 anos e a mulher de 31 disseram que estavam seguindo as ordens do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que incluiu cultos religiosos como serviços essências e que deveriam ser realizados mesmo com a pandemia de coronavírus que já causou 77 mortes no Brasil.

Leia mais:
Empresário se nega a fechar loja e funcionária é encaminhada para Delegacia

O episódio ocorreu por volta das 19h40. De acordo com informações da Polícia Militar registradas em boletim de ocorrência, uma equipe recebeu denúncia de moradores sobre a realização do culto e aglomeração de pessoas. 

Conforme a PM, em ocasião anterior, o pastor já teria sido orientado sobre os decretos do Município e do Estado que fala das medidas temporárias e restritivas por conta do risco de disseminação do Covid-19.

O casal teria sido orientado a encerrar o culto e dispersar a multidão de pessoas. No entanto, o pastor teria desobedecido a ordem e dito que os policiais estavam errados.

“[Com] bastante ignorância dizendo que estão seguindo ordem do presidente tentado juntamente com a sua esposa a incentivar os fieis contra as autoridades”, descreve a PM na ocorrência.

Na ocasião, a esposa do pastor teria desmerecido o trabalho policial e dito que iria processar os militares. Ainda teria pego um celular para filmar a ação, mas teve o aparelho apreendido, que ainda será usado como prova da ação.

A PM informou que o casal teria reagido de forma eufórica e resistido a prisão. Por isso, ambos foram algemados e levados para Delegacia de Polícia. O caso teria sido acompanhado por um fiscal da Prefeitura de Vila Rica.

 

18 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • DAILSON SOARES DE OLIVEIRA
    29 Mar 2020 às 12:10

    Parabéns ao estado de Mato Grosso e as autoridades que estão cumprindo as ordens e normas que lhe foram repassadas, agora vamos fazer nossa parte que tudo vai dar certo,até pão já aprendi fazer em casa.kkk

  • Povo cuiabano
    28 Mar 2020 às 17:05

    Esse Samuel e mas ignorante que o casal, tem um decreto é lei, contra a saúde pública...

  • Marcos
    28 Mar 2020 às 16:49

    A coisa de um modo geral tá ficando até divertida.

  • Jeves Bejame
    28 Mar 2020 às 12:07

    O Bom Pastor cuida e apascenta suas ovelhas, já esse: incita, prejudica e ainda expõe suas ovelhas aos males de nossos inimigos. Parabéns policiais.

  • Eita
    28 Mar 2020 às 11:37

    Esses pastores estão guiando as ovelhas pra morte, não pra Deus.

  • luci moraes
    28 Mar 2020 às 11:04

    Um pais que tem um presidente desse naipe, o que esperar. Deus tenha misericórdia de nós.

  • Dudu
    28 Mar 2020 às 10:32

    Esse crentevírus deixa a pessoa mais burra do que já é!!!

  • Cecilia
    28 Mar 2020 às 07:57

    Devem estar desesperados por dinheiro.........não precisa falar mais nada.

  • Lucenar Pinto Prates
    27 Mar 2020 às 19:57

    Bora bater meta, Deus esta de olho, se nao bater meta, sera demitido... bora bora bora, vamos enganar esse gado cego... bora

  • Angelo
    27 Mar 2020 às 18:31

    O doente manda, o gado obedece !

Sitevip Internet