Olhar Direto

Sábado, 24 de outubro de 2020

Notícias / Política MT

Gallo afirma que corte de incentivos fizeram MT ter performance superior a outros estados na pandemia

da Redação - Isabela Mercuri

22 Set 2020 - 11:57

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Gallo afirma que corte de incentivos fizeram MT ter performance superior a outros estados na pandemia
O secretário de Estado de Fazenda, Rogério Gallo, afirmou que os cortes de incentivos fiscais realizados pelo estado de Mato Grosso em 2019 ajudaram a salvar o orçamento do Estado diante da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Segundo ele, Mato Grosso terá performance superior aos outros estados do país, e inclusive terminará 2020 com superávit.

Leia também:
Gallo crê em projeto de lei para ‘livrar’ Mato Grosso de multa de R$ 650 milhões

“As medidas que foram adotadas no ano passado, o corte de incentivos fiscais que não faziam o menor sentido, manutenção de incentivos pra áreas relevantes do Estado, permitiram com que nós tivéssemos, no período de pandemia, uma performance um pouco superior em relação aos demais estados”, disse, durante visita à Sinop (500km de Cuiabá) na última sexta-feira (18), junto à comitiva que acompanhou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Gallo afirmou que os bons resultados não precisaram de aumento na tributação. “Cortamos os incentivos, que eram muitos. Muita gente que não pagava imposto, e agora passou a contribuir, e nós percebemos que isso não alterou absolutamente em nada a vida das pessoas, e sobretudo das empresas mato-grossenses, muito pelo contrário. Esse evento em Sinop hoje, com a vinda do presidente, prova que Mato Grosso continua com um nível de atividade econômica forte e motivado para continuar sendo a força que leva o Brasil adiante”, declarou.

O superávit em 2020, segundo ele, no entanto, ainda tem mais uma causa: o auxílio financeiro que foi encaminhado pelo governo federal. Já para 2021, o orçamento do Estado deve ser de 22 bilhões de reais.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet