Olhar Direto

Sábado, 24 de outubro de 2020

Notícias / Cidades

Várzea Grande amplia capacidade de eventos e autoriza até 500 pessoas em drive-in

Da Redação - Fabiana Mendes

22 Set 2020 - 10:33

Foto: Divulgação

Várzea Grande amplia capacidade de eventos e autoriza até 500 pessoas em drive-in
A prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos determinou novas medidas de prevenção à Covid-19. O decreto 64, publicado nesta terça-feira (22), amplia a capacidade de pessoas em eventos e autoriza a realização no formato drive-in. Atualmente a cidade está com 2,48% dos casos ativos de coronavírus.

Leia mais:
Botelho retorna ao parlamento, agradece João Batista e confirma três sessões em um único dia

“Estamos adotando medidas concretas e calcadas em números apontados pelos Boletins Epidemiológicos do Estado de Mato Grosso e de Várzea Grande que demonstram estarmos com a Covid-19 em desaceleração e mantendo-se sob controle, o que é mais importante, com aumento no número de casos recuperados, graças aos esforços de nossa equipe das áreas de saúde entre outras”, disse a prefeita Lucimar Sacre de Campos.

A segunda maior cidade do Estado manteve a situação de emergência. No entanto, alterou o número de participantes em eventos para 300 pessoas ou 500 quando corporativos, empresariais, técnicos e científicos e também quando se tratar de eventos drive-in, aqueles realizados com os participantes dentro de veículos.

“Podemos dizer que estamos em uma situação confortável, mas sempre de alerta para sabermos como a doença se comporta, e se necessário novas medidas restritivas podem ser adotadas, lembrando que nossas decisões enquanto Poder Público Municipal sempre forma calcadas em dados técnicos”, disse o secretário de Saúde, Diógenes Marcondes, apontando que Várzea Grande está atrás de outras oito cidades que tem uma média de 30% a 50% de sua população, mas com taxas de transmissão bem mais elevadas.

Outra medida determinada pelo Decreto Municipal já publicado, prevê a retomada das atividades de capacitação, treinamento ou eventos coletivos pelos órgãos da Administração Municipal com no máximo 250 pessoas. Além disso, prevê e retomada gradual do trabalho presencial de servidores públicos com idade igual ou superior a 60 anos, gestantes, lactantes, com doenças crônicas ou imunodeprimidos para jornadas de 30 ou 20 horas, com orientação da chefia e após avaliação médica.

Aqueles que não puderem retomar as atividades mesmo que parcial de forma presencial permanecerão em casa através do teletrabalho, com metas a serem atingidas ou poderão ser transferidos para outras unidades, ou mesmo adiantarem férias ou licenças-prêmios de forma regulares e com avaliação médica e dos chefes imediatos.

Lucimar Campos agradeceu o empenho e a dedicação dos profissionais da área de saúde, que atuaram na linha de frente, bem como outros fundamentais neste momento de pandemia como a Guarda Municipal e os profissionais da Educação.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet