Olhar Direto

Terça-feira, 01 de dezembro de 2020

Notícias / Política MT

Deputado lamenta veto a PL que regulariza aterros sanitários: ‘falta sensibilidade’

Da Redação - Isabela Mercuri / Do local - Max Aguiar

30 Out 2020 - 11:59

Deputado lamenta veto a PL que regulariza aterros sanitários: ‘falta sensibilidade’
O deputado estadual Faissal Calil (PV) lamentou o veto do governador ao Projeto de Lei 710/2019, que trata do “tratamento do lixiviado em aterro sanitário”. Segundo o parlamentar, falta sensibilidade a Mauro Mendes, e, caso o estado não se preocupe com o meio ambiente, “não haverá o amanhã, infelizmente”.

Leia também:
Por conta de eleições municipais e ao Senado, Assembleia suspende trabalhos por 22 dias

O projeto estabelecia que o chorume, líquido proveniente do lixo, seja adequadamente drenado e tratado. “Nós estamos vivenciando, presenciando várias catástrofes, isso é tudo decorrência, durante os longos anos, da ação humana que não tem a sua consciência na questão da preservação ambiental. Nós precisamos mudar hábitos, nós precisamos progredir, mas tem que ser um desenvolvimento sustentável”, justificou Faissal.

Segundo o deputado, o projeto estabelecia dois anos para que o Estado se adequasse. No entanto, foi vetado sob a justificativa de que a competência seria da esfera federal. “Não é. Para tratar do meio ambiente a competência é concorrente, pode a legislação federal, pode ter legislação estadual, e pode ter uma interlegislação municipal. E nós vamos trabalhar para derrubar esse veto. Os municípios têm que se adequar, porque se não amanhã não teremos nem água”, lamentou.

 “A água será um dos motivos da próxima guerra mundial, com certeza. Não sei se vocês estão vendo isso, mas eu estou prevendo o futuro. Cada dia nós estamos presenciando a escassez de água, e é um projeto importantíssimo porque não existe drenagem hoje. Aqui em Cuiabá mesmo, quem tinha que dar o exemplo não tem, Várzea Grande não tem drenagem do chorume, que é o líquido que sai do lixo. Esse líquido acaba penetrando no  lençol freático e contaminando o lençol, a água”, completou o deputado.

Para Faissal, o parlamento está desprestigiado. “Parlamento não tem voz mais, está sendo surrado pelo governo, e isso está errado. Nós, parlamentares, nós temos que tomar uma atitude urgente. Se depender de mim tem que ser logo, tem que ser já, tem que ser hoje. Nós precisamos derrubar esse veto, e eu vou para cima”, finalizou.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet