Olhar Direto

Quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

Notícias / Política MT

Abílio e Emanuel pedem investigação sobre vídeo com 'falso' padrasto que teria sido agredido

Da Redação - Vinicius Mendes

27 Nov 2020 - 11:19

Foto: Reprodução

Abílio e Emanuel pedem investigação sobre vídeo com 'falso' padrasto que teria sido agredido
Os candidatos a prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) e Abílio Júnior (Podemos) afirmaram que irão pedir à Polícia Civil uma investigação sobre a autoria do vídeo no qual um idoso é apontado como padrasto de Abílio, com insinuação de que foi agredido pelo candidato. Abílio acusa a "turma do paletó" de ser a autora, já o prefeito diz desconhecer a procedência do vídeo.

O idoso negou a afirmação e disse que não tinha conhecimento que sua imagem seria usada com este fim. Ele prestou depoimento na manhã desta sexta-feira (27) na Central de Flagrantes, no Bairro Verdão.
 
Leia mais:
Corregedor destitui cartorária que contratou empresa administrada por ela para prestar serviços
 
O idoso gravou um vídeo relatando que foi procurado por um homem, que o entrevistou para saber qual era sua opinião sobre pessoas que agridem idosos. Ele disse que apenas respondeu à pergunta, mas foi surpreendido depois quando viu sua imagem no vídeo que o apontou como padrasto de Abílio.
 
O idoso esclareceu que não tinha conhecimento sobre as intenções do homem, que nem sabe seu nome. Ele também afirmou que não conhece Abílio, nem Emanuel Pinheiro, e não queria se envolver nesta disputa política. Ainda disse estaria disposto a dar entrevistas e ir à polícia. Ele foi ouvido na manhã de hoje, na Central de Flagrantes de Cuiabá.
 
“Me procuraram pra saber o que seria um homem que agride um idoso, aí eu disse que essa pessoa é desumana, um monstro, eu tenho 75 anos e jamais vou aceitar uma pessoa fazer esse tipo de coisa, só que me usaram e jogaram na rede social outra coisa diferente, que eu sou padrasto de Abílio, eu não conheço Abílio e nem conheço Emanuel também”, disse no vídeo.
 
O candidato a prefeito Abílio Júnior (Podemos) compartilhou um vídeo em seu perfil no Instagram, falando sobre este caso. Ele aparece ao lado de sua mãe e seu verdadeiro padrasto, desmentindo a história. Abílio ainda disse que seu padrasto recebeu uma ligação de Ralf Leite, que queria fazer uma proposta. O candidato também disse que iria procurar a polícia.
 

Por meio de nota a assessoria do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) disse que ele desconhece a procedência do vídeo e, mediante as acusações imputadas a ele, irá acionar a Polícia Civil para que identifique o autor do vídeo e toma as providências cabíveis.


 
Leia a nota na íntegra:
 
Nota à Imprensa
 
O prefeito de Cuiabá e candidato à reeleição, Emanuel Pinheiro, da coligação “A Mudança Merece Continuar”, desconhece a procedência de vídeo que circula por meio de aplicativos celulares apontando supostas agressões ao padrasto do candidato adversário no segundo turno.  Mediante a acusações imputadas ao prefeito de Cuiabá, a assessoria jurídica informa que irá acionar a Polícia Judiciária Civil para que identifique o autor do vídeo e que adote as providências cabíveis ao caso.

Oportuno lembrar que em todas as peças publicitárias de campanha criada pela Coligação é necessário que se conste o número do CNPJ e que sejam veiculadas em horário eleitoral gratuito de TV e rádio e nos perfis oficiais do candidato.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet