Olhar Direto

Notícias / Cidades

Nesta segunda

MT receberá mais 11 mil doses da CoronaVac e secretário crê em imunização total da Saúde com mais uma remessa

Da Redação - Wesley Santiago/Do Local - Max Aguiar

25 Jan 2021 - 11:20

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

MT receberá mais 11 mil doses da CoronaVac e secretário crê em imunização total da Saúde com mais uma remessa
O secretário de Saúde de Mato Grosso, Gilberto Figueiredo, disse em entrevista ao Olhar Direto que Mato Grosso receberá, nesta segunda-feira (25), mais 11 mil doses da vacina CoronaVac, que estão sendo enviadas pelo Governo Federal. Segundo ele, com mais uma remessa que chegar posteriormente, será possível imunizar 100% dos profissionais da Saúde do Estado.

Leia mais:
Lote com 24 mil doses da vacina de Oxford será exclusivo de profissionais da Saúde ainda não imunizados
 
“Receberemos 11 mil doses da CoronaVac hoje, além das 24 mil de ontem (Oxford). Torcemos para que haja uma frequência de encaminhamento de lotes de vacina, para que caminhemos bem no nosso plano de vacinação”, revelou o secretário.
 
Gilberto acredita que, com mais uma remessa que vier, será possível fazer a cobertura de 100% dos profissionais da Saúde que estão na linha de frente. “Depois, seguiremos para os outros grupos prioritários”.
 
Ainda conforme o secretário, as 24 mil doses da vacina de Oxford, que chegaram no domingo (24), devem começar a ser distribuídas para os 141 municípios de Mato Grosso ainda nesta tarde de segunda-feira.

O governo de Mato Grosso informou que o lote de 24 mil doses da vacina de Oxford será exclusivo para profissionais de saúde que ainda não foram imunizados. Portanto, com as novas doses, será possível dar continuidade à imunização de 24 mil profissionais da saúde.

“O Ministério da Saúde orientou que essas 24 mil vacinas sejam utilizadas exclusivamente como primeira dose e prioritariamente destinadas aos trabalhadores da saúde. O Governo Federal segurou parte do estoque para o encaminhamento futuro aos Estados, por isso a estratégia de vacinar mais pessoas neste momento”, esclareceu o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo. 

Como este é um imunizante diferente daquele já distribuído, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) irá elencar junto ao Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Mato Grosso (Cosems-MT) o público prioritário que integra o grupo de trabalhadores da saúde para a distribuição proporcional aos municípios. 
 
Sobre as denúncias referentes a pessoas furando a fila, o secretário disse que não recebeu nada até agora, mas acompanha pela imprensa as notícias. “A nossa orientação é que se registre em boletim de ocorrências as denúncias e que se investigue. Quem estiver burlando, terá de ser responsabilizado”.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet