Olhar Direto

Quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

Notícias / Política MT

Gisela é convidada para sair a deputada federal pelo MDB, mas aguarda “rumos” no partido

Da Redação - Isabela Mercuri / Do local - Max Aguiar

27 Jan 2021 - 11:45

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Gisela é convidada para sair a deputada federal pelo MDB, mas aguarda “rumos” no partido
A suplente de deputada federal e candidata derrotada à Prefeitura de Cuiabá Gisela Simona, atualmente do PROS, foi convidada pelo deputado federal Carlos Bezerra, presidente estadual do MDB, a mudar de partido. A informação foi confirmada pela deputada estadual Janaina Riva (MDB), que aprovou o convite. Segundo Janaina, no entanto, Gisela aguarda para ver “ver os rumos que o partido vai tomar”, já que não aceitaria ir para o partido se houver a permanência do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro.

Leia também:
João Batista diz que Gisela permanece no PROS e aposta em eleição para deputada federal

“Para o MDB é muito importante a presença da Gisela. Candidaturas de mulheres estão cada vez mais escassas, e a Gisela tem uma candidatura de expressão, disputou já a Prefeitura, foi muito bem votada enquanto deputada federal, acho que representa as mulheres, representa uma parte significativa do funcionalismo público porque ela é servidora pública, representa também as minorias, porque é uma mulher negra, então acho que ela vem trazendo pro partido muita expressividade e representatividade também”, afirmou Janaina nesta quarta-feira (27).

Segundo Janaina, Bezerra chegou a conversar com ela antes de fazer o convite, e a recepção pela ex-superintendente do Procon foi boa, mas Gisela tem “restrições” à presença de Emanuel no partido. “Ela não condicionou isso na conversa que nós tivemos, mas isso foi tratado como uma possibilidade se acontecer de o Emanuel sair do partido. Então não houve uma contrapartida nem minha nem do Bezerra dando garantia de que ele vá sair. Acho que ela deve aguardar mais alguns dias, como ela mesmo me falou, ela vai esperar ver os rumos que o partido vai tomar, para ver se ela vem ou não para o MDB, e aí acredito que para ela, sim, seja uma condicionante a permanência do Emanuel no partido. Acho que ela vai ter bastante cautela, mas fiquei feliz de ela considerar o MDB uma possibilidade real para ela migrar”, completou a parlamentar.

A deputada afirmou, ainda, que as grandes decisões do MDB devem ser tomadas logo após a eleição da presidência da Câmara dos Deputados, que ela acredita que será vencida pelo deputado federal Baleia Rossi (MDB). Após este feito, a executiva do diretório municipal do MDB em Cuiabá deve escolher sua presidência – que hoje está vaga – e também debater os ajustes de candidatos a deputados estaduais e federais que vêm para o partido, como pode ser o caso de Gisela Simona.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet