Olhar Direto

Quarta-feira, 12 de maio de 2021

Notícias | Política MT

MEDIDAS DRÁSTICAS

Prefeito obriga uso de pulseira vermelha em infectados com Covid-19 ; multa chega a R$ 1 mil

Foto: Reprodução

Prefeito obriga uso de pulseira vermelha em infectados com Covid-19 ; multa chega a R$ 1 mil
O Prefeito Municipal de Apiacás (962 km de Cuiabá), Julio Cesar dos Santos, sancionou na segunda-feira (5), lei que versa sobre medidas temporárias e emergenciais para a contenção e prevenção ao coronavírus. Uma dessas medidas determina que pacientes infectados ou com suspeita de Covid-19 devem usar uma pulseira na cor vermelha para identificação. Em caso de rompimento da pulseira, estão previstas penalidades como aplicação de multa de R$ 1 mil.

Leia também: 
Anvisa marca nova reunião e cogita autorizar vacina russa se tiver informação que aponte eficácia mínima

A secretaria Municipal de Saúde irá fornecer as pulseiras aos pacientes examinados e que apresentarem sintomas/suspeita de contaminação de Covid-19. Estes serão obrigados a utilizar a pulseira de cor vermelha para identificação.

Os profissionais de saúde nas unidades públicas, clínicas e laboratórios particulares destinados a realização de exames serão os responsáveis por colocar as pulseiras vermelhas nos pacientes. A identificação só poderá ser retirada quando a suspeita do contágio de Covid for completamente descartada.

Acontecendo o rompimento voluntário da identificação, o paciente poderá ser penalizado em R$ 500 e R$ 1 mil em caso de rescindência. Os profissionais da saúde ficarão encarregados de fiscalizar a identificação dos pacientes. Ao perceberem a violação, deverão comunicar a vigilância de saúde que, por sua vez, está autorizada a contatar o Ministério Público para as devidas providências.

A lei também determina que as pessoas isoladas durante a quarentena não poderão sair de casa ou de seu local de hospedagem. Exceção a isso somente quando existir necessidade médica ou quando devidamente autorizada, pela autoridade sanitária, a circular.

Além disso, autoriza o uso de força policial coercitiva na condução de pessoas que violarem o isolamento social. Aplicação de multa está determinada em episódios de flagrante em festas particulares, estabelecimentos comerciais e aglomerações diversas.

As normas promulgadas e determinadas na lei visam, então, conter condutas consideradas lesivas a todos os cidadãos e por isso foram sancionadas determinações de enfrentamento à situação de emergência na saúde pública deste município.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet