Olhar Direto

Domingo, 16 de maio de 2021

Notícias | Política MT

RECURSOS DA UNIÃO

“Medeiros não tem tamanho para brigar com o governador”, diz Botelho ao rebater acusação

16 Abr 2021 - 11:43

Da Redação - Airton Marques / Do Local - Max Aguiar

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

“Medeiros não tem tamanho para brigar com o governador”, diz Botelho ao rebater acusação
O deputado estadual Eduardo Botelho (DEM) saiu em defesa do governador Mauro Mendes (DEM) e garantiu ser falsa a informação de que Mato Grosso recebeu R$ 15,4 bilhões da União, durante o período da pandemia. O valor tem sido utilizado pelo deputado federal José Medeiros (Podemos) para atacar o chefe do Executivo estadual, em defesa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Leia também:
Governador sobe o tom e diz que Medeiros só fala "merda" e participa de grupo de "bestas do Apocalipse"

Ao comentar o novo embate, Botelho ironizou o bolsonarista. “Acho que Medeiros não tem tamanho para brigar com o governador. Informação real é a que o governador passou. É essa que foi apresentado aos deputados estaduais. É um grande valor, ninguém diz o contrário”, disse em conversa com a imprensa nessa sexta-feira (16).

O democrata também ressaltou que é importante agradecer ao presidente, mas que não se pode “mudar a realidade”, já que o valor repassado ao estado foi de R$ 4,9 bilhões.

Mais cedo, o governador desafiou Medeiros a provar que Mato Grosso recebeu os R$ 15,4 bilhões que ele tem anunciado por meio de publicações nas redes sociais. O federal se baseia em informação divulgada pelo próprio presidente Bolsonaro, que em fevereiro tuítou valores que supostamente os estados receberam de seu governo.

“Eu desafio o senhor José Medeiros e qualquer um. Desafio esses deputados que falam essas merdas, que eles provem. Se não provar renunciem ao mandato ou peçam desculpas publicamente, porque eles estão, como parlamentar, mentindo descaradamente”, disse em entrevista à rádio Jovem Pan.

Conforme dados do Portal Transparência, dentro do montante repassado pela União está recursos exclusivos para a Covid (R$ 266,3 milhões); e repasses constitucionais, como IPI (R$ 46,3 milhões) e Sistema Único de Saúde (R$287,5 milhões).

Além da defesa de Bolsonaro, Medeiros também tem atacado Mauro por conta da decisão de trocar o VLT pelo BRT. O parlamentar tem buscado melar a iniciativa do governador em Brasília.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet