Olhar Direto

Segunda-feira, 27 de setembro de 2021

Notícias | Política MT

Via decreto

Governo Mauro praticamente triplica repasse para reforma e ampliação de escolas estaduais

Foto: Secom / MT

Governo Mauro praticamente triplica repasse para reforma e ampliação de escolas estaduais
O governo Mauro Mendes (DEM) praticamente triplicou o valor de repasse para manutenção, reforma e ampliação de todas as escolas estaduais de Mato Grosso, por meio de decreto publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (9). O valor passou de R$ 33 mil a R$ 100 mil. Também foi instituído o valor de R$ 50 mil para manutenção dos mobiliários e equipamentos escolares.

Leia também:
Dados preliminares indicam taxa de aprovação acima de 50% de estudantes da rede estadual no Enem, aponta Seduc

“Vamos subir esse valor, pois estava há quase 10 anos congelado, de R$ 33 mil. Esse valor não dava para muita coisa. Com o decreto, o montante sobe para R$ 100 mil para pequenas reformas, pequenas obras, de forma a melhorar a manutenção e a qualidade das escolas de Mato Grosso. Com isso, tenho certeza que muitas escolas poderão fazer melhorias para manter o padrão e a infraestrutura da nossa rede, melhorando a qualidade de trabalho dos professores e trazendo um ambiente melhor para a aprendizagem dos estudantes”, afirmou o governador.

Para o secretário de Estado de Educação, Alan Porto, o aumento no valor dos repasses mostra a atenção especial do Governo de Mato Grosso para a infraestrutura escolar da rede estadual de ensino. “Essa é mais uma ação do governo Mauro Mendes no sentido de intensificar e melhorar a infraestrutura das unidades escolares de Mato Grosso. O Governo do Estado dá um passo muito importante com a ampliação desses valores”, pontuou.  

De acordo com o decreto publicado, as intervenções e manutenções deverão ser cadastradas pelas Unidades Escolares e Diretorias Regionais de Educação (DRE’s) via Plataforma Digital. Caberá à Secretaria de Estado de Educação (Seduc), por meio de Secretaria Adjunta de Infraestrutura Escolar e Patrimônio, analisar e verificar as obras, providenciando o atendimento por ordem de prioridade, bem como acompanhar a execução dos recursos.

Já a execução do processo de recebimento, aplicação e prestação de contas dos recursos fica sob a competência do diretor de cada escola, assim como do presidente e tesoureiro do Conselho Deliberativo da Comunidade Escolar e dos representantes legais das Diretorias Regionais de Educação.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet