Olhar Direto

Segunda-feira, 02 de agosto de 2021

Notícias | Política MT

DOSE ÚNICA

Ministério da Saúde já sinalizou que vai distribuir 45 mil doses de vacina Janssen para Mato Grosso, diz Gilberto Figueiredo

Foto: Max Aguiar - OD

Ministério da Saúde já sinalizou que vai distribuir 45 mil doses de vacina Janssen para Mato Grosso, diz Gilberto Figueiredo
O secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, comentou que o Ministério da Saúde já sinalizou que irá enviar para Mato Grosso nos próximos dias uma carga de 45 mil da vacina Janssen. Esse número é inferior ao pedido feito pelo prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) ao presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) para compensar Cuiabá de ser uma das sedes da Copa América de 2021.

Leia mais:
Prefeito afirma que imunizará toda a população de Cuiabá em até 4 semanas com doses extras do Ministério da Saúde


Emanuel trabalha com a possibilidade da capital ser contemplada com 290 mil doses da vacina da Janssen, que é dose única e seria a necessária para imunizar toda população cuiabana da Covid-19. Ao Olhar Direto, o secretário de Saúde não quis polemizar, mas disse que por enquanto a sinalização é para que Cuiabá seja contemplada com menos de 50 mil doses.

"Essa vacina da Janssen já está na pauta de discussão com o Ministério da Saúde há vários dias. A população inteira sabe que o Brasil vai receber entorno de 3 milhões de doses dessa vacina. Essa oportunidade surgiu para o Brasil justamente pelo curto espaço de tempo da validade dessa vacina. Então o fabricante tá se antecipando a entrega ao Brasil.  Esperamos que seja mais. Inicialmente o Ministério da Saúde sinalizou com 45 mil, mas quanto mais vacina nós recebermos, melhor", comentou o secretário após reunião de mais de 5 horas com o governador Mauro Mendes na quinta-feira (10) no Palácio Paiaguás.

Gilberto ainda explicou que cada frasco da vacina Janssen vem com 50 doses e essas doses precisam ser aplicadas num período de até 6h. Esse lote da vacina também vence no próximo dia 27, por isso é necessário que se monte um programa de imunização com rápida efetividade para não perder nenhuma dose de vacina. Por isso, as doses devem ficar apenas em Cuiabá ou em cidades que possuem capacidade de aplicação ágil. 

"Ela é uma vacina que precisa após abrir o vidro que vem com 50 doses tem 6h para ser aplicada. E o Ministério está conversando com todos estados para que se prepare uma logística e que tenham capacidade de agendamento e aplicação da vacina porque não se pode correr o risco de perder. Então, se o município não consegue fazer o agendamento com o público que nós vamos pactuar para aplicar as 50 doses nesse público, pode correr o risco de perder", comentou Figueiredo. 

Sobre o trabalho para trazer a vacina, se é do prefeito ou se é resultado da Copa América, Gilberto voltou a dizer que não prefere polemizar e espera que o estado seja contemplado com doses que sirva para imunizar boa parte da população. 

"Não quero entrar em polêmica nem discussão quanto a isso. Eu reforço aquilo que eu disse antes: quanto mais vacinar chegar em Mato Grosso, melhor pra nós. Seja iniciativa do prefeito ou de qualquer outro político isso será bom pra Mato Grosso. Não temos oficialmente do Ministério da Saúde quantas vacina vamos receber da Janssen e quantas vamos receber por conta da Copa América. A deliberação deve ser até hoje por conta da validade da vacina. Assim que chegar, trabalharemos sábado e domingo para dar condições", concluiu. 
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet