Olhar Direto

Sexta-feira, 22 de outubro de 2021

Notícias | Educação

ÁRVORE GENEALÓGICA

Projeto 'Eu e meus avós' resgata valores e faz reflexão sobre memórias

Foto: Reprodução

Projeto 'Eu e meus avós' resgata valores e faz reflexão sobre memórias
O Colégio Notre Dame de Lourdes promoveu nesta terça-feira (03.08) a culminância do projeto "Eu e meus avós", que teve início no dia 02 de julho tendo como pano de fundo o Dia dos Avós, celebrado no dia 26 de julho. 

Leia mais: Retorno do Liceu Cuiabano tem escalonamento semanal, novos bebedouros e expectativa de recuperação do rendimento escolar

A proposta do projeto é de valorizar os avós pelo papel fundamental na educação compartilhada dos netos, ainda mais relevante diante da pandemia da Covid-19. Muitas crianças perderam os avós, porém outras tiveram neles um grande suporte.

De acordo com a coordenadora Denilde Teixeira da Cunha Wayhs, a homenagem aos avós ocorreu dentro de todas as normas de biossegurança após uma série de atividades de resgate de valores e reflexão sobre memórias aplicadas aos alunos dos 3ºs anos matutino e vespertino. 

"Estamos vivendo um momento muito difícil que é a pandemia e que gerou o distanciamento social, mas as crianças tinham memória dos dias e momentos que viveram com os avós". Então, até aqui o objetivo do projeto foi fazer com que as crianças levassem para a sala de aula o que aprenderam com os seus avós.

As atividades desenvolvidas pelas crianças envolveram a formação da árvore genealógica, lembrar o que os avós faziam no passado e hoje as crianças não fazem mais, o que as crianças fazem e os avós nunca pensaram em fazer, e o desfecho do projeto ocorrerá em outubro, na Semana das Crianças, quando será a vez dos avós falarem o que aprenderam com seus netos.

Jane Rocha Pichinin, avó de Arthur Pichinin Milanelo, disse ter gostado muito da culminância do projeto. "Foi diferente, estou muito emocionada. Eu entendo que os netos vêm de uma maneira diferente do filho, porque o filho você não está preparado, não sabe como vai educar, faz o seu melhor, mas nem sempre dá certo. E o neto você já está maduro, já viveu boa parte da sua vida, sabe aconselhar e ajudar".

A avó da aluna Isadora Lara, Belina Lara também ficou emocionada com a homenagem. "Foi maravilhosa, me senti muito bem. Os netos são uma flor que nós temos plantada em nosso coração".

Um fato que chamou bastante a atenção de Belina Lara foi a escola ter ensinado às crianças sobre 'tomar benção'. "Eu ensino os meus netos e achei muito lindo. O Notre Dame está de parabéns e agradeço muito por esta homenagem".

Belina entende o papel dos avós como muito importante na vida das crianças. "Porque nós auxiliamos, estamos na retaguarda para dar um suporte para os pais, ajudando as crianças a crescer, somos fundamentais na formação do caráter da criança, no fortalecimento do vínculo familiar, e eu amo ser avó".

Kátia Pina Liberato Lopes, avó de Pedro Augusto Lopes Galvão, reconheceu que o projeto buscou certos valores que estavam um pouco esquecidos. "A gente tem que saber que os avós já participaram ativamente da vida dos filhos e agora participam da vida dos netos ensinando, auxiliando de alguma forma. Mesmo os que não podem merecem o nosso respeito porque já deram o seu quinhão para a vida dos filhos. Ser avó é amor e fraternidade".

As crianças também falaram sobre o que acharam do projeto e da homenagem. "Eles são uma parte da nossa vida, são os pais dos nossos pais, se não fossem eles a gente não teria puxado uma parte deles, não teria aprendido tudo o que aprendi com eles. Foi tudo muito legal", afirmou a aluna Valentina Gonçalves.


O aluno Artur Rodrigues também falou sobre a participação dos avós na sua vida. "Eles me ensinam a fazer muita coisa. Minha avó, por exemplo, me ensinou a plantar, e meu avô me ensinou como é o Fusca por dentro. E eu achei esta homenagem muito legal porque eu amo muito os meus avós".

"Para mim, avô e avó são pessoas que sempre estarão ao nosso lado. E mesmo quando virarem estrelinha vão estar nos acompanhando. Eu não gostei, eu amei as atividades e a homenagem. Foi muito divertido", declarou Bianca Leal Silva Voidalesk.

O projeto, além de celebrar o Dia Mundial dos Avós, segundo a professora Cleia Camargo, foi idealizado com base na fala do Papa Francisco, por meio do Pacto Global, pedindo que os idosos fossem novamente inseridos na sociedade.

"Muitas pessoas veem os idosos como e descartáveis, porém foram eles que deram todos os ensinamentos para os filhos e que agora repassam para os netos, e por isso nós professores mostramos para os alunos a importância de respeitar os mais velhos, a importância de valorizar os ensinamentos que vem de casa".

Processo de resgate

A diretora do Colégio Notre Dame de Lourdes, Irmã Marluce Almeida, também destacou o papel dos avós na família. "Nós acreditamos que os avós possuem o lugar na família de reverência, porque ali está depositada toda sabedoria, todo amor, toda misericórdia de Deus. Então, este evento pensou através de um projeto para que fosse um processo de compreensão interna, de resgate através dos avós da árvore genealógica, de valores e reconhecimento do lugar que os avós possuem na família".
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet