Olhar Direto

Sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

Notícias | Política BR

NO 7 DE SETEMBRO

Em pedido de investigação, Frota acusa Barbudo de organizar e financiar manifestações pró-intervenção do STF

Foto: Reprodução

Em pedido de investigação, Frota acusa Barbudo de organizar e financiar manifestações pró-intervenção do STF
O deputado federal Nelson Barbudo (PSL) foi denunciado pelo seu colega de Parlamento, Alexandre Frota (PSDB), por violar direitos constitucionais, propagando a violência desmedida contra as instituições democráticas. De acordo com o parlamentar paulista, Barbudo estaria ajudando a financiar manifestações marcadas para o 7 de Setembro, tendo como mote a intervenção no Supremo Tribunal Federal (STF), com a saída de todos os ministros. O pedido de investigação foi protocolado nesta terça-feira (31) e encaminhado para o presidente do STF, ministro Luiz Fux.

Leia também:
Tarcísio reitera autorização para Ferronorte e comemora abertura de chamamento na próxima sexta-feira

Além de Barbudo, a denúncia também traz os nomes do assessor do mato-grossense, Rafael Klas Dal Bo, e Turíbio Torres, Marco Antônio Martins, e o cantor Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão.

De acordo com Frota, Dal Bo vem utilizando meios e materiais públicos da Câmara Federal para fazer divulgação e, mais ainda, a organização da manifestação considerada pelo deputado como antidemocrática. O assessor estaria convocando pessoas a comparecerem armadas nos atos.

A presente denúncia tem o caráter preventivo, ou seja, busca alertar todas as instituições estabelecidas para que tomem providências

“A presente denúncia tem o caráter preventivo, ou seja, busca alertar todas as instituições estabelecidas para que tomem providências no sentido de evitar um confronto maior com as forças de segurança que tem por obrigação defender a Constituição Federal e todas as instituições democráticas que sustentam o Estado Democrático de Direito”, diz trecho da denúncia.

Frota afirma que chegou ao seu conhecimento denuncias sobre o fato de grupos de ex-militares, ex-policiais, policiais e militares da ativa estarem sendo convocados pelo grupo denunciado e também pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). Segundo ele, já há tempos consegue-se notar um clima tenso e hostil entre aqueles que defendem o presidente e os seus opositores, com ofensas desmedidas, ameaças e ataques à honra de quem se atreve a ser contrário ao que defende este grupo radical de extrema direita, que para o deputado faz lembrar a juventude nazista.

“Estas manifestações agridem de morte toda a base que sustenta nosso país, violam todos os preceitos constitucionais estabelecidos nos primeiros artigos de nossa Carta Magna, de vez que em seus primeiros artigos constitui preceito fundamental a paz, construção de uma sociedade livre, a igualdade entre os cidadãos independentemente de raça, cor, sexo, idade, origem ou qualquer outra forma que estimule o preconceito”, declarou.

“Desta forma é a presente para requerer a apuração do acima denunciado a fim de se impedir que excessos criminosos sejam impedidos nas manifestações do dia 07 de setembro próximo”, diz trecho final da denúncia.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet