Olhar Direto

Terça-feira, 26 de outubro de 2021

Notícias | Política MT

VISITA A BARRA DO GARÇAS

Tarcísio afirma que candidatura ao Senado representando Mato Grosso “depende da decisão de Bolsonaro”

Foto: Francis Amorim/Rede da Notícia

Tarcísio afirma que candidatura ao Senado representando Mato Grosso “depende da decisão de Bolsonaro”
Em mais uma visita a Mato Grosso, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, afirmou que sua eventual candidatura ao Senado por Mato Grosso depende da decisão de Jair Bolsonaro. Mesmo sendo natural do Rio de Janeiro, um dos homens de confiança do presidente também avalia disputar as eleições de 2022 por outros estados, como Goiás.

Leia também:
Botelho avalia que disputa por comando de novo partido pode prorrogar fusão entre DEM e PSL para depois de 2022

“Não sei, não faço a menor ideia (se serei candidato). É uma questão que vou tratar com o presidente da República. Vou fazer o que for melhor para o presidente. A grande questão é que avançamos muito nesses três anos, apesar de todas as dificuldades. Houve rompimento, saímos de uma era anti-business para uma era pró-business, caminhamos numa linha de consolidação fiscal e reformas pró-mercado e entendo que é importante dar continuidade a esse trabalho”, afirmou, durante agenda em Barra do Garças, nesta quinta-feira (16), quando fez visita técnica às obras de implantação do Contorno Rodoviário de Barra, Pontal do Araguaia e Aragarças.

De acordo com Tarcísio, que ainda na próxima segunda-feira (20) vem a Cuiabá e Lucas do Rio Verde para o evento do governador Mauro Mendes (DEM) de assinatura do contrato de concessão para a implantação da ferrovia estadual, a prioridade é reeleger Bolsonaro.

. Minha prioridade será trabalhar pela reeleição do presidente Jair Bolsonaro, que é importante para o Brasil. Dentro desse contexto, a gente vai trabalhar para aquilo que for melhor para Bolsonaro.

“É uma possibilidade, assim como Goiás. Sou um cara que tem as portas abertas e estou com o coração aberto”, disse, pontuando ainda que também dialoga com diversos partidos sobre sua filiação.

As declarações de Tarcísio foram dadas ao lado de dois pré-candidatos: o senador Wellington Fagundes (PL), que deve buscar a reeleição; e o deputado federal José Medeiros (Podemos), que já esteve no Senado, mas já declarou que pode fazer uma dobradinha com o ministro e brigar pelo Palácio Paiaguás. (Com informações da Rede da Notícia)

 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet