Olhar Direto

Segunda-feira, 25 de outubro de 2021

Notícias | Política BR

A FATO

‘Mais do que história, estamos fazendo justiça a Mato Grosso’, afirma Mauro durante assinatura de contrato com a Rumo

20 Set 2021 - 15:14

Da Redação - Airton Marques / Do Local - Max Aguiar

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

‘Mais do que história, estamos fazendo justiça a Mato Grosso’, afirma Mauro durante assinatura de contrato com a Rumo
Ao discursar para uma plateia lotada de lideranças políticas e econômicas, o governador Mauro Mendes (DEM) afirmou que além de histórica a assinatura do contrato de adesão junto à Rumo Logística S/A para a construção, implantação e exploração de 730 quilômetros da primeira ferrovia estadual, representa um ato de justiça com Mato Grosso. O empreendimento se chamará Ferrovia de Transporte Autorizada Olacyr de Moraes (FATO).

Leia também:
Mauro assina contrato com a Rumo e prevê que obras da ferrovia estadual terão início no 2º semestre de 2022

“Muito mais do que fazer história, estamos fazendo justiça a esse estado e sua gente, melhorando a logística”, afirmou, ao encerrar sua fala no evento realizado na manhã desta segunda-feira (20), no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá.

Ao comemorar o passo importante para a construção da ferrovia, Mauro fez questão de ressaltar que a luta para trazer os trilhos até Cuiabá, assim como ao norte do estado, é antiga e resultado da luta de muitos agentes políticos e servidores.

Além da Assembleia Legislativa, que aprovou PEC autorizando o estado a realizar a concessão da malha ferroviária, o governador destacou também a luta para que a Rumo tivesse a antecipação da concessão ferroviária da Malha Paulista, que vai de Santa Fé do Sul (SP), quase na divisa com o Estado do Mato Grosso do Sul, até o Porto de Santos, em São Paulo.

O pleito da empresa foi atendido em novembro de 2019 e era uma das condições colocadas para que investimentos no modal fossem realizados, com a expansão dos trilhos para além de Rondonópolis.



Mauro também destacou a atuação da bancada federal, especialmente dos senadores Wellington Fagundes (PL), Jayme Campos (DEM) Carlos Fávaro (PSD), que atuaram junto ao Ministério da Infraestrutura para trazer segurança jurídica no trâmite de concessão de ferrovias por parte do estado. O governo federal ameaçou atrapalhar os planos do governo, publicando uma medida provisória proibindo tais concessões. Tudo ficou resolvido a base da articulação política dos mato-grossenses.

“É o resultado de uma ação conjunta e coletiva. Quando os políticos se unem e trabalham com verdade e seriedade quem ganha é a nossa sociedade. Tivemos alguns desentendimentos, mas ao final prevaleceu o verdadeiro interesse público que é atender a sociedade do estado que mais cresce no país”, afirmou.

Por fim, o governador agradeceu a Rumo Logística por se comprometer a realizar o investimento de R$ 11,2 bilhões na construção da ferrovia. Mauro destacou que a magnitude do investimento realizado mesmo num momento em que o país passa por grande instabilidade política e institucional.
 
“Iremos superar com lealdade, respeito à Constituição e a todos os atores que existem na nossa organização democrática, nós haveremos de superar. Não tenho dúvidas de que as instituições brasileiras e todos os cidadãos são mais fortes do que qualquer um de seus membros. Mato Grosso é mais forte que Mauro Mendes, mais forte que a Assembleia e qualquer um de nós aqui. São milhares de mato-grossenses que fazem essa história. Tenho procurado honrar essa oportunidade dada de estar aqui”, pontuou.

A obra

A ferrovia vai interligar os municípios de Rondonópolis a Cuiabá, além de Rondonópolis com Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, conectando-se à malha ferroviária nacional, em direção ao Porto de Santos (SP).

A proposta apresentada pela Rumo prevê investimento de R$ 11,2 bilhões para a implantação da ferrovia estadual, com início de obras já em 2022. Também está previsto o início da operação do trecho entre Rondonópolis e Cuiabá no ano de 2025, enquanto a operação no trecho Cuiabá a Lucas deverá começar em 2028.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet