Olhar Direto

Domingo, 14 de agosto de 2022

Notícias | Política MT

rumos do PSDB

Contrariando partido, Lafin defende Bolsonaro e reforça que não será candidato ao Governo

31 Out 2021 - 15:20

Da Redação - Isabela Mercuri / De Sorriso - Max Aguiar

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Contrariando partido, Lafin defende Bolsonaro e reforça que não será candidato ao Governo
O prefeito de Sorriso Ari Lafin (PSDB) afirmou que, apesar das sugestões do presidente do partido em Mato Grosso, Carlos Avallone, e do deputado estadual Wilson Santos, ele não será candidato ao governo em 2022. Lafin também contrariou o posicionamento oficial dos tucanos nacionalmente e defendeu o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e disse que ele é seu candidato a reeleição no próximo ano.

Leia também:
Avallone afirma que membros da direita de Mato Grosso que hoje apoiam Bolsonaro sempre votaram no PSDB

“Eu agradeci ao Wilson, agradeci ao Avallone, deixei bem claro a todo o PSDB que eu vou cumprir os três anos que me restam no município de Sorriso. Conversei muito com a minha família, conversei com a minha base em Sorriso e levei a mensagem ao presidente Avallone. Ele ouviu atentamente, o Wilson Santos também, deixei claro a ele como deputado estadual de que agora eu vou cumprir com a meta, fechar esses próximos anos, seriam 8 anos à frente da Prefeitura de Sorriso, e aí num projeto futuro eu me colocaria à disposição sim”, afirmou o prefeito na última quinta-feira (28), durante lançamento de uma empresa de etanol de milho em Sorriso. O evento contou com a presença da ministra de Agricultura Tereza Cristina.

O presidente do PSDB em Mato Grosso, Avallone, já falou em diversas entrevistas que defende que a sigla tenha candidatura própria, e argumentou que partido que não tem candidato, perde espaço. Ele também tem feito duras críticas a Bolsonaro logo após os atos de 7 de setembro, afirmando que ele mostrou despreparo, mas se posicionou contra o processo de impeachment, o que considera lento e desgastante para o Brasil. A posição é a mesma do PSDB nacional, que já soltou nota oficial contra Bolsonaro e que terá candidatura própria à presidência em 2022. 

Para Lafin, no entanto, o cenário é diferente. “Já me manifestei, deixei bem claro para o presidente do partido em Mato Grosso que o meu candidato a presidente da República é Jair Bolsonaro. Já deixei esse posicionamento para que não haja nenhum tipo de desconforto dentro do partido. Já estou declarado Bolsonaro, na região é muito forte, eu também entendo que Bolsonaro tem nos defendido com muita força e ele tem meu respeito e tem meu apoio”, afirmou.

Em relação à candidatura dos tucanos em 2022 para o governo de Mato Grosso, o prefeito de Sorriso disse que há alguns nomes postos, mas tudo vai depender de diálogo. “Existem outros, nomes como se cogita Nilson Leitão, ex-prefeito de Cáceres [Francis Maris] são personalidades que estão no cenário. Agora, tudo vai depender de diálogo. Política com diálogo é política de sucesso. Automaticamente ter nomes sendo lançados é importante, mas continuar conversando com todos. A política quando se trabalha com o coração e a mente é bem diferente do que quando se trabalha com o fígado, só na emoção. Tem que se trabalhar pela razão, e o diálogo faz parte. Acredito que o partido lance seus nomes e busque com pesquisas verificar se vão ter condição ou não de continuar disputando. Caso contrário, manter os diálogos já existentes”, defendeu.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet
x