Olhar Direto

Sexta-feira, 27 de maio de 2022

Notícias | Política MT

não disse quem

Blairo diz que PP não obrigará filiados a estarem no palanque de Bolsonaro e defende 3ª via à Presidência

27 Nov 2021 - 15:03

Da Redação - Isabela Mercuri / Da reportagem local - Max Aguiar

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Blairo diz que PP não obrigará filiados a estarem no palanque de Bolsonaro e defende 3ª via à Presidência
O ex-ministro Blairo Maggi (PP) afirmou que, apesar de ‘não ter dúvidas’ de que o PP apoiará a reeleição do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), não acredita que o partido obrigará seus filiados a estarem no palanque do capitão da reserva. Pessoalmente, Maggi disse que defende uma “terceira via”, ou seja, nem Lula, nem Bolsonaro, e criticou a “polarização” atual da política no Brasil.

Leia também:
 Kassab elogia lealdade de Mauro e ‘chancela’ apoio de PSD a Neri e Mendes em 22: “Manutenção da aliança”

“Eu sou partidário de uma terceira via para sair dessa polarização que nos encontramos. Eu não acho isso salutar pelo Brasil. Hoje, se você se posicionar contra o Bolsonaro você vira petista, se você fizer do outro lado você vira Bolsonaro, não dá nem para discutir mais, não está dando nem para emitir opinião mais. Você vai para a parede de qualquer maneira. Então, se nós tivéssemos uma terceira via forte, que tivesse a oportunidade de discutir, de disputar, seria muito bom, e ali é uma distensão na política brasileira”, defendeu na última sexta-feira (26) durante lançamento do projeto do ‘Parque Novo Mato Grosso’.
 
Blairo, no entanto, também deixou claro que sua aposta na terceira via não seria o ex-juiz Sérgio Moro, ao afirmar que não acredita que ele esteja preparado e que a população e os partidos deveriam fazer melhores escolhas. “Eu não conheço o ministro Moro pessoalmente, nunca tive com ele, tenho respeito pelo trabalho que ele fez. Agora, eu acho que o Brasil, não só o Brasil, todas as áreas de administração, deveriam ter mais cuidado ao escolher seus candidatos e quem nós como população vamos escolher como presidente”, afirmou.
 
“Qualquer empresa, a que vocês trabalham ou a de vocês mesmo, quando vai contratar alguém procura no mercado alguém que saiba fazer aquilo que você quer que seja feito. E o que tem que ser feito no país? É diálogo, conversa, deixar de olhar para o retrovisor, olhar para a frente, planejamento, sequência, resiliência. Ter uma política de longo prazo, fazer com que todo mundo siga e saiba onde que vai dar, confiar que nós possamos confiar naquele mandatário que o que ele está dizendo hoje vai acontecer lá na frente, isso infelizmente nós não temos hoje”, completou Maggi.
 
O ex-senador e ex-governador não deu o nome de quem seria a “terceira via forte” que defende. “Minha crítica não é na pessoa, mas é se ele está capacitado ou não de desenvolver um negócio, a gente olha aqui pelo estado do Mato Grosso mesmo, o que vem acontecendo com o governador que tem conhecimento de administração que sabe fazer, que que as pessoas confiam, como é diferente, né? Como é diferente”, finalizou, aproveitando para elogiar o governador Mauro Mendes.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet