Olhar Direto

Domingo, 23 de janeiro de 2022

Notícias | Cidades

Públicos e privados

Vacinação completa será exigida de visitantes e acompanhantes em hospitais e unidades de saúde de Cuiabá

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Vacinação completa será exigida de visitantes e acompanhantes em hospitais e unidades de saúde de Cuiabá
O Decreto municipal nº 8.332, publicado nesta quinta-feira (02), passou a exigir, entre outras coisas, que acompanhantes/visitantes de pacientes atendidos em hospitais e unidades de saúde públicas e privadas apresentem a caderneta de vacinação comprovando ter tomado as duas doses ou dose única da vacina contra a covid-19 para poder ingressar e permanecer no local.

Leia mais:
Passaporte da vacina será exigido em casas de shows, cinemas e hospitais de Cuiabá; veja lista

Nenhum teste negativa para a Covid-19 será aceito. A medida, segundo a prefeitura, visa preservar a saúde de quem já está imunizado, incentivar as pessoas que ainda não se vacinaram a procurar os postos de aplicação da vacina e evitar que uma nova onda de covid-19 se propague, uma vez que uma nova variante do coronavírus, denominado Ômicron, foi detectada no Brasil neste momento em que se aproximam períodos festivos, ou seja, ocasiões que podem gerar aglomerações e propiciar o contágio. 

Durante coletiva de imprensa realizada na quarta-feira (1º), quando anunciou novas medidas de prevenção ao coronavírus, o prefeito Emanuel Pinheiro destacou que o objetivo não é prejudicar ninguém ou nenhum setor, mas sim atingir o quanto antes a maior cobertura vacinal da população cuiabana possível. 

“Eu quero que as 57 mil pessoas que não tomaram a segunda dose vão tomar a segunda dose. Eu quero que as 20 mil que não tomaram nenhuma dose vão tomar as duas doses e quero universalizar a vacinação dos adolescentes de 12 a 17 anos. São números preocupantes e estamos aí com a nova cepa rondando o Brasil e nós não poder fazer vista grossa a isso”, afirmou.

Ficou determinada a necessidade de apresentação do passaporte da vacina (duas doses ou dose única) ou de um teste negativo de Covid-19 (RT-PCR) realizado no período máximo 48 horas para ingresso nos seguintes locais:
 
I - Estádios e ginásios esportivos;
II - cinemas, teatros, museus, salões de jogos;
III – casas de shows e apresentações artísticas em geral;

 
O decreto versa ainda que deverá ser apresentada a comprovação de imunização contra a Covid-19, desta vez sem a possibilidade de teste negativo, para ingresso e permanência nos seguintes locais:
 
I - Hospitais e Unidades de Saúde, públicos e privados em geral;
II - Todos os demais órgãos públicos municipais;

 
Vale lembrar que a vacinação a ser comprovada corresponderá a 2ª dose ou a dose única conforme o caso. Segundo a prefeitura, as medidas o poderão ser objeto de alteração, considerando o monitoramento da evolução da Covid-19 no município.
 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet