Olhar Direto

Quarta-feira, 17 de julho de 2024

Notícias | Cidades

Aulas suspensas

Seduc lamenta morte de estudante no Véu de Noiva, afirma que protocolos foram seguidos e diz prestar apoio à família

Foto: David Borges/Reprodução

Seduc lamenta morte de estudante no Véu de Noiva, afirma que protocolos foram seguidos e diz prestar apoio à família
A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) lamentou a morte de Daniel Hiarlly Rodrigues de Arruda, 15 anos, após  desaparecer na Cachoeira da Prainha, que fica dentro do Parque Véu de Noiva, em Chapada dos Guimarães (64 quilômetros de Cuiabá). Segundo a Pasta, todos protocolos foram seguidos.


Leia mais:
Estudante que morreu em excursão no Véu de Noiva tomou banho em cachoeira onde foi encontrado

O menino integrava um grupo de 75 alunos, cinco professores e um inspetor da Escola Estadual Welsom de Mesquita (EE Pascoal Ramos), que realizava um passeio turístico, na última segunda-feira (06) com os alunos pelas trilhas do complexo de cachoeiras do Parque Véu de Noiva.

No trajeto, os alunos fizeram uma parada na Cachoeira da Prainha, onde tomaram banho. Depois disto, seguiram o caminho. Os professores só deram falta de Daniel quando a chamada foi feita ao término do passeio.

Conforme a secretaria, as aulas de campo são realizadas de acordo com protocolos específicos, que foram seguidos pelos profissionais da escola e com autorização dos pais e responsáveis pelos alunos.

"Além disso, a instituição informa que está prestando todo apoio e suporte à família, escola e comunidade escolar", diz trecho da nota divulgada.

Em respeito à memória do estudante e aos familiares, a Pasta decidiu suspender as atividades escolares no período entre 07 e 08 de dezembro, só retornando às atividades conforme calendário escolar, na quinta-feira (09).
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet