Olhar Direto

Segunda-feira, 04 de julho de 2022

Notícias | Política MT

disputa ao paiaguás

Rechaçado por petistas, Stopa alfineta Lúdio e afirma ter sido contra federação: "principalmente com o PT"

26 Mai 2022 - 16:07

Da Redação - Pedro Coutinho Bertolini / Do Local - Lázaro Thor Borges

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Rechaçado por petistas, Stopa alfineta Lúdio e afirma ter sido contra federação:
O vice-prefeito de Cuiabá, José Stopa (PV), não gostou de ter tido sua pré-candidatura ao Governo de Mato Grosso já rechaçada por membros do PT, que demonstram não abrir mão de que o candidato da federação formada entre as duas siglas e o PCdoB seja um petista. Quando questionado sobre o posicionamento, o gestor afirmou que sempre foi contra o sistema de federações, principalmente com a legeda de Lula.

Leia mais: 
Petistas rechaçam pré-candidatura de Stopa e mantêm indicação de nome próprio ao Governo

As críticas de Stopa foram direcionadas especialmente ao deputado estadual Lúdio Cabral, principal defensor de uma candidatura petista. O parlamentar chegou a afirmar que a legenda não poderia perder o protagonismo.

“Lúdio é naturalmente um incomodado. Agora não quero ficar discutindo PT, porque eu sempre pronunciei a nível de PV que sou contra e sempre fui contra o sistema de federação, principalmente com o PT”, disse, quando indagado se a candidatura da primeira-dama e Márcia Pinheiro (PV) à deputada estadual teria incomodado Lúdio, por conta da disputa de votos na Baixada Cuiabana.

Já em relação ao apoio do PT em eventual candidatura, Stopa afirmou que os petistas têm todo direito a indicar um nome para representar a federação na disputa pelo Paiaguás, mas questionou a divisão interna do partido, que muitas vezes são divergentes.

"Ninguém consegue entender o PT e não sou eu que vou entendê-los. Então é direito deles. Eles têm ali vários segmentos, é direito deles, é o nível deles e o respeito. Eu sentei com a federação, me coloquei. O problema é que, infelizmente, eles têm essa forma de discutir. É direito deles, só isso".  

Candidatura petista

Em coletiva nesta quarta-feira (25), representantes do PT anunciaram que não vão abrir mão de candidatura própria ao Governo do Estado dentro da federação. A expectativa é que no domingo (29) haja definição entre os nomes dos professores Domingos Sávio e Reginaldo Araújo. O objetivo principal, segundo a legenda, é apresentar uma alternativa ao vice-prefeito de Cuiabá, José Roberto Stopa (PV). 

“Stopa há dois meses atrás dizia que estava incomodado com o fato de o PV estar fazendo uma federação com o Lula. Na nossa leitura, nós temos que tomar muito cuidado de trazer políticos para liderar um projeto que vai se colocar contra o bolsonarismo. Na nossa opinião, Stopa não é um sujeito para fazer um enfrentamento a esse projeto”, sustentou o diretor-geral da Adufmat (UFMT), Reginaldo Araújo. 

Questionado se a defesa para uma candidatura alternativa ao seu nome pode ser considerada traição,  Stopa sustentou que “ninguém consegue entender o PT e não sou eu que vou entende-los. Então é direito deles. Eles têm ali vários segmentos, é direito deles, é o nível deles e eu respeito”.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet