Olhar Direto

Sexta-feira, 12 de abril de 2024

Notícias | Política MT

QUESTIONAMENTO NA JUSTIÇA

Câmara interrompe trabalhos da CPI da Intervenção e aguarda reunião com Perri

Foto: Assessoria

Vereador Luis Claudio, presidente da CPI da Intervenção

Vereador Luis Claudio, presidente da CPI da Intervenção

A Câmara de Cuiabá interrompeu os trabalhos da CPI da Intervenção, que começou a investigar a atuação do gabinete estadual que comandou a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) por seis dias. A decisão ocorre após a Procuradoria Geral de Justiça pedir a suspensão da comissão ao Tribunal de Justiça (TJMT).


Leia também:
PGJ pede imediata suspensão de CPI da Câmara de Cuiabá que investiga intervenção na saúde

De acordo com o presidente da CPI, vereador Luis Claudio (PP), a investigação ficará sobrestada até que os vereadores consigam uma audiência com o desembargador Orlando Perri, relator do caso no órgão Especial do TJMT. Na tarde desta quinta-feira (2), o parlamentar tenta agendar a reunião com o magistrado.

A audiência é uma tentativa da comissão de convencer Perri a não atender ao pedido do chefe do Ministério Público Estadual (MPE), Deosdete Junior, que apontou evidente desvio de finalidade e extrapolação do poder constitucional.

A primeira reunião da CPI foi realizada nessa quarta-feira (1º), quando as primeiras testemunhas foram ouvidas, entre elas, a  controladora-geral de Cuiabá, Mariana Cristina Ribeiro dos Santos. Na ocasião, afirmou que o auditor municipal Edilson Roberto da Silva continuou atuando para o Gabinete Estadual de Intervenção, mesmo após decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que no dia 6 de janeiro suspendeu liminar e devolveu o comando da Secretaria de Saúde (SMS) para a prefeitura.
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet