Olhar Direto

Quarta-feira, 19 de junho de 2024

Notícias | Cidades

lavava o banheiro de casa

Jovem mistura produtos de limpeza e tem intoxicação grave em Cuiabá: ‘tomei injeção de adrenalina'

Foto: Reprodução

Jovem mistura produtos de limpeza e tem intoxicação grave em Cuiabá: ‘tomei injeção de adrenalina'
A estudante Maria Luiza Gomes Rodrigues, de 20 anos, lavava o banheiro da casa em que mora em Cuiabá quando precisou ser socorrida às pressas com dificuldade para respirar, no sábado (19). Maria Luiza teve uma intoxicação grave e precisou tomar injeções de adrenalina e antialérgico no hospital. Ela conta que misturou desinfetante, água sanitária e um produto que descreveu como “limpa piso”. 


Leia também
Cuiabanos organizam viagem em família e se surpreendem com cancelamento de 18 passagens: 'minha mãe chorou'


A jovem explica que sempre usou a mistura de desinfetante e água sanitária para lavar o banheiro de casa. Apesar de relatar que sentia desconforto respiratório durante o processo, Maria Luiza achava que estava tudo normal. No sábado (19), no entanto, ela relata que também usou o limpa piso misturado aos produtos. 

“O maior problema foi que não li o rótulo do produto, achei que era um desinfetante pela cor, achei na minha casa e nunca tinha usado. Não diluí o bastante e ainda misturei com água sanitária. Meu outro erro foi que senti o desconforto na hora que estava lavando, mas continuei a resistir, porque não sabia da gravidade do que estava acontecendo”. 

Mesmo com a porta do banheiro aberta, Maria Luiza continuou a sentir o desconforto respiratório e decidiu tomar um antialérgico. Ela conta que 20 minutos depois começou a perceber que a garganta estava “fechando”. 

“O que senti foi uma dificuldade para respirar, não conseguia respirar fundo sem tossir, piorava quando estava sentada”. 

Maria Luiza ficou no hospital das 18h30 às 22h em observação. A estudante explica que deu entrada na unidade de saúde com oxigenação e pressão baixa, além de ter tido dificuldade para falar por conta dos problemas respiratórios. De acordo com ela, a equipe de saúde responsável confirmou que a situação foi grave. 

“Quero ressaltar a importância de ler rótulos, porque esse foi o meu maior erro. A gente tem o costume de achar que todo produto de limpeza é igual e acaba se deixando levar por isso”. 

Risco de misturar produtos de limpeza 

O Guia dos Entusiastas da Ciência da Universidade Federal do ABC, em São Paulo (SP), explica que, por falta de informação, é comum que as pessoas misturem produtos de limpeza, correndo risco de reações químicas e formações de novos compostos químicos, que podem ser prejudiciais à saúde. De acordo com um dos artigos publicados no guia, as misturas podem causar queimaduras, intoxicação respiratórias e até mesmo uma explosão. 

A água sanitária é um dos produtos de limpeza que não deve ser misturada a outras substâncias, já que tem o hipoclorito de sódio como princípio ativo. De acordo com a UFABC, o produto é suficientemente forte para matar todos os vírus que têm camada lipoproteica. 

“Misturada com álcool em gel, por exemplo, destrói tanto o hipoclorito de sódio da água sanitária quanto o álcool do álcool em gel. O hipoclorito é um agente oxidante e pode oxidar o álcool formando outro composto, o acetaldeído. Este é tóxico, podendo causar irritação e queimadura”, diz trecho da publicação.  

Outra mistura que não deve ser feita em casa, é entre água sanitária e vinagre. Segundo a UFABC, quando os produtos são combinados, eles formam o gás cloro (Cl2), que mesmo em pequenas quantidades pode causar problemas de respiração, ardência nos olhos e queimaduras. 

“Outra mistura que deve ser evitada é a água sanitária com detergente, pois pode causar problemas para a saúde. O ideal é usar a água sanitária primeiro, enxaguar com água e só depois usar o detergente. Assim como os desinfetantes, os detergentes também podem conter aminas. Assim, a mistura desse produto com a água sanitária leva à formação das cloroaminas, que prejudicam as vias respiratórias”, publicou o Guia dos Entusiastas da Ciência. 

O site "Pode Misturar?", idealizado pela divulgadora científica e farmacêutica Laura Marise, é uma ferramenta que pode ser utilizada para saber quais misturas são seguras ou não. A plataforma é simples: basta selecionar os produtos que serão misturados e aguardar o resultado.
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet