Olhar Direto

Quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

Notícias | Variedades

Vídeos virais: a história por trás dos conteúdos que conquistam a internet

Foto: Freepik

Vídeos virais: a história por trás dos conteúdos que conquistam a internet
Certamente, você já viu muitos vídeos virais. Mas qual é a história por trás desses conteúdos? Entenda e veja dicas para tentar viralizar!
 
Quem nunca recebeu um vídeo pelo WhatsApp ou Instagram, que absolutamente todas as pessoas estavam falando? Isso é o que chamamos de vídeos virais – mas você sabe qual é a história por trás desses conteúdos que conquistam a internet?

A verdade é que o efeito de viralização de um conteúdo não é algo tão recente. Ainda assim, replicar propositalmente esse comportamento não é tão simples quanto parece.

Com ferramentas de edição de vídeos cada vez mais acessíveis e simples de utilizar, como é o caso do software Wondershare UniConverter, qualquer pessoa com criatividade tem potencial de criar um vídeo que engaje. Mas para viralizar?

Entenda tudo sobre a história dos vídeos virais e quais são as dicas que podem potencializar a viralização do seu conteúdo.

O primeiro vídeo viral da história

Vídeos extremamente populares não é algo que iniciou com a chegada das redes sociais. Na verdade, o primeiro vídeo viral da história tem mais de 20 anos de “existência”.

Trata-se do vídeo em que um homem, trabalhando em seu cubículo em uma empresa americana, tem um acesso de fúria e quebra o seu teclado e computador.

Facilmente encontrado com o título “Man destroys computer”, assistindo ao conteúdo hoje você pode não achar tanta graça ou mesmo entender por que viralizou na época. Mas estamos falando de algo que aconteceu em 1997.

Porém, uma curiosidade é que esse não é um daqueles vídeos que são captados ao acaso. Na verdade, fazia parte de uma ação publicitária, para melhorar as vendas de um sistema de segurança por câmera. O homem que fica furioso era um ator.

Ao invés de fazer um vídeo publicitário comum ou criar marca d'água para identificar a empresa por trás do conteúdo, o negócio de segurança apostou em um material diferente e acabou entrando para a história como o primeiro vídeo viral.

A partir desse primeiro vídeo, as pessoas criaram o hábito de compartilharem outros materiais. Veja que, nesta época, não existia o YouTube – ele foi criado somente em 2005.

Ou seja, aqui o compartilhamento acontecia via e-mail. E por muitos anos, mesmo com as limitações de envio via e-mail, era assim que vídeos se tornavam virais.

Certamente, esse comportamento desenvolveu nas pessoas o hábito de compartilhar tudo aquilo que fosse interessante, engraçado e emocionante. Algo que replicamos em todas as plataformas.

O que torna um vídeo viral?

Podemos definir que um vídeo viral é um conteúdo audiovisual que se espalha rapidamente pela internet, sendo amplamente compartilhado por um grande número de pessoas em um curto período de tempo.

Vídeos virais têm o poder de capturar a atenção das pessoas e se tornarem um fenômeno cultural por diversas razões.

Embora não haja uma fórmula garantida para criar um vídeo viral, existem alguns elementos comuns que tendem a contribuir para o sucesso desse tipo de conteúdo.

Entender quais são esses elementos deve ser a primeira coisa que um criador de conteúdo deve fazer – antes mesmo de abrir um app para cortar vídeo.

A seguir, conheça alguns aspectos fundamentais que todo vídeo viral tem:

Emoção Forte

Vídeos que evocam emoções fortes, como risos, surpresas, tristeza ou empatia, têm maior probabilidade de serem compartilhados.

As pessoas adoram se conectar emocionalmente com o conteúdo que assistem e, quando algo lhes toca profundamente, elas têm mais chances de compartilhar com os outros.

Originalidade e Criatividade

Vídeos que trazem algo novo, inesperado ou único têm maior potencial de se destacar.
Criatividade é fundamental para criar uma experiência que as pessoas nunca tenham visto antes.

Relatabilidade

Vídeos que exploram situações ou histórias com as quais as pessoas podem se identificar têm mais chances de serem compartilhados.

Quando os espectadores sentem que o vídeo reflete suas próprias experiências, eles são mais propensos a compartilhá-lo.

Timing

Por fim, quando falamos de vídeos virais, não podemos ignorar que lançar um vídeo no momento certo pode ser crucial para seu sucesso viral.

Vídeos relacionados a eventos atuais, tendências ou discussões populares têm mais chances de serem compartilhados repetidas vezes.

Como fazer um vídeo viral?

Fazer um vídeo viral é um objetivo desafiador, pois o compartilhamento viral muitas vezes ocorre de forma imprevisível.

Na verdade, boa parte dos vídeos que viralizaram nos últimos anos atingiram essa “meta” de maneira completamente orgânica.

Entretanto, hoje as redes sociais incentivam a criação de conteúdo com potencial de viralização. Por isso, existem algumas dicas que você pode seguir para tentar tornar o seu material mais popular!

1. Escolha um tema atraente: Opte por um tema que seja interessante, atual e capaz de capturar a atenção das pessoas. Pode ser algo engraçado, emocionante, intrigante ou surpreendente.

2. Conte uma história: Estruture seu vídeo em torno de uma narrativa envolvente. Uma história cativante é mais memorável e mantém os espectadores assistindo até o fim.

3. Atenção para a duração: Mantenha o vídeo relativamente curto para manter a atenção dos espectadores. Vídeos curtos têm mais probabilidade de serem compartilhados.

4. Capriche na edição: Hoje, existem dezenas de ferramentas de edição de vídeo. O Wondershare UniConverter é uma ótima opção para quem está começando, afinal, seu sistema é simples e intuitivo.

E ainda que o UniConverter tenha sido eleito como o melhor conversor de vídeo de 2022, ele conta com outras ferramentas que fazem dele um software ainda mais completo e apto para a criação de vídeos virais.

5. Compartilhe na internet: Compartilhe o vídeo em suas próprias redes sociais, grupos relevantes e fóruns. Também pense em títulos e descrições atrativas, que deixem claro o que o vídeo oferece e por que as pessoas deveriam assisti-lo.

Não há uma fórmula para viralizar

Entender a história por trás dos conteúdos que conquistam a internet e o que os vídeos virais têm em comum é essencial para dar as bases desse tipo de material. Entretanto, é preciso ter em mente que não existe uma fórmula garantida.

Vídeos virais, na maioria dos casos, acontecem de forma orgânica, quase ao acaso. Seja uma criança falando algo “errado”, um cachorrinho fazendo algo fofo ou uma briga no trânsito, nunca se sabe se o seu material vai despertar o sentimento de compartilhamento entre os espectadores.

É claro que pensar em um roteiro, fazer uma edição caprichada e até pensar em como comprimir um vídeo sem perder a qualidade para torná-lo mais leve ajuda no processo. Mas são apenas boas recomendações. Um vídeo viraliza, muitas vezes, sem ter essas coisas.

De qualquer forma, testar novos formatos é a melhor maneira de tentar viralizar o seu vídeo. E se o efeito viral demorar a acontecer, pelo menos você aprendeu muita coisa nova!
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet