Olhar Direto

Quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

Notícias | Variedades

DE OLHO EM 2024

Júlio diz ter advertido Garcia por críticas a Fávaro e faz alerta sobre disputa do União: 'vamos ficar chupando dedo'

Foto: JL Siqueira / ALMT

Júlio diz ter advertido Garcia por críticas a Fávaro e faz alerta sobre disputa do União: 'vamos ficar chupando dedo'
O deputado estadual Júlio Campos (UNIÃO) afirmou nesta quinta-feira (14) que advertiu o atual secretário-chefe da Casa Civil, Fábio Garcia, pelas críticas reiteradas que ele tem feito ao ministro Carlos Fávaro (Agricultura). Na avaliação do deputado, o tom hostil com que Garcia tem se dirigido publicamente a Fávaro pode ser prejudicial à campanha que ele almeja para a prefeitura de Cuiabá.

Leia também
Após polêmicas com mulheres, vereadores de Cuiabá mantêm título de cidadão cuiabano a Cattani


“Outro dia falei para o Fábio que pare de hostilizar o ministro Carlos Fávaro, se é que ele quer ser candidato a prefeito de Cuiabá. Para que vai chamar o Carlos Fávaro de mentiroso, de velhaco, essas coisas todas, se depois, num segundo turno, vai precisar elogiar e pedir apoio”, disse Campos. 

No último mês, Carlos Fávaro e a equipe próxima ao governador Mauro Mendes (UNIÃO), incluindo deputados da bancada federal, o senador Mauro Carvalho e Fábio Garcia, entraram em rota de colisão após o titular da pasta afirmar que o governo estadual havia solicitado ao ministro dos Transportes, Renan Filho, o remanejamento de recursos federais destinados às obras da BR-158 para a construção do Rodoanel.

Mauro, a bancada federal e os secretários reagiram às acusações de Fávaro. Entre eles, Fábio Garcia, que declarou que as afirmações do ministro eram falsas.

“Ministro, essa tua fala, infelizmente, não passa de uma grande mentira. Vou terminar aqui com uma frase: a mentira, ao menos, revela a verdade sobre o caráter de quem está por trás dela”, disse 

Após ter revelado que chamou a atenção de Garcia pelos embates dele com Fávaro, Júlio Campos ainda criticou a disputa interna no União Brasil. Para ele, essa competição interna no partido pode resultar na sigla ficando até de fora do segundo turno nas eleições de 2024. 

Embora não tenha mencionado nomes, ele se referia à disputa entre Fábio Garcia e Botelho. O último já está de malas prontas para o PSD. 

“Temos que ter consciência, se continuar essa briga interna quem vai para o segundo turno é o Lúdio com o Abílio. E nós vamos ficar chupando o dedo mais uma vez”, disse o deputado. 

A mensagem de Júlio pode também estar direcionada a parlamentares que vêm criticando Eduardo Botelho e afirmando que uma eventual vitória dele pode significar a continuidade da gestão de Emanuel Pinheiro. Uma dessas afirmações partiu da deputada federal em exercício, Gisela Simona, numa entrevista concedida nesta semana, que foi repreendida por Júlio um dia depois. 
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet