Olhar Direto

Quarta-feira, 19 de junho de 2024

Notícias | Esportes

ELIMINATÓRIAS DA COPA

Com pouco mais de 40 mil torcedores na Arena Pantanal, Brasil cede empate para a Venezuela; imagens

12 Out 2023 - 17:33

Da Redação - Airton Marques / Do Local - Pedro Coutinho

Foto: Vitor Silva/CBF

Com pouco mais de 40 mil torcedores na Arena Pantanal, Brasil cede empate para a Venezuela; imagens
Com Arena Pantanal cheia, a Seleção brasileira cedeu empate para a Venezuela, em partida realizada na noite desta quinta-feira (12). Com o placar de 1 a 1, o Brasil caiu para o segundo lugar da tabela das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2026. Ao total, 40.020 torcedores estiveram presentes - o recorde do estádio ainda é de 41.311 -, com renda de R$ R$ 12.746.150.


Leia também
Brasil venceu todos os jogos que realizou em Cuiabá; volta após 21 anos para partida oficial

O Brasil de Fernando Diniz acabou castigado no fim do jogo, aos 39 minutos do segundo tempo, quando Eduardo Bello acertou um chute acrobático e marcou um golaço, deixando tudo igual. Quem marcou o gol da Seleção foi o zagueiro Gabriel Magalhães, aproveitando escanteio cobrado por Neymar, aos 4 minutos da etapa final.

Com o tropeço, o Brasil perde a liderança das Eliminatórias para a rival Argentina, que venceu o Paraguai também nesta quinta e é a única seleção com 100% de aproveitamento.

A Seleção volta a campo na terça-feira (17) contra o Uruguai, em Montevidéu, às 20h (horário de Mato Grosso).



19H12 - Dentro da Arena Pantanal já é grande o número de torcedores que ocupam seus lugares nas cadeiras, fazendo com que um "mar amarelo" tome conta de boa parte do estádio.



18H36 - A torcida na Arena Pantanal é composta não só por cuiabanos e mato-grossenses, mas por brasileiros de outros estados. Dilson Ribeiro, saiu de Rio Branco (AC) e chegou em Cuiabá nesta quinta após percorrer 1.967 Km com a esposa e os dois filhos. Ele relatou que não teve dificuldades em comprar os ingressos, muito menos em encontrar hospedagem.

18H03 - Um grupo de indígenas da Aldeia Dolowikwa Kotakwinakwa, que fica no município de Juína, viajou mais de 700 quilômetros para ver de perto os ídolos da Seleção Brasileira. Eles foram presenteados pelo presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, com ingressos para assistir a partida e também camisas da Seleção. Além disso, todos assistiram ao treino realizado na quarta-feira (11), na arena. Wayali iholalare, um dos membros da aldeia que enfrentou 12 horas de viagem para chegar a Cuiabá, falo da alegria de  realizar o sonho de ver a Seleção de perto. Wayali é um dos 1.600 membros de seu clã e disse que o primeiro gol  do Brasil será de Neymar.



17H33 - Brasileiros e venezuelanos lotam a Arena Pantanal, em Cuiabá, que pela primeira vez será palco de uma partida oficial da seleção brasileira, nesta quinta-feira (12). Os portões do estádio foram abertos perto das 17h, quando já havia longas filas de torcedores ansiosos para pegar um bom lugar para assistir o jogo. O time comandado pelo técnico Fernando Diniz entrou em campo como vice-líder das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2026 e enfrenta a Venezuela.

Com início marcado para a 20h30 (horário de Mato Grosso), o movimento no entorno da arena foi tranquilo, com muitas famílias aproveitando o feriado de Nossa Senhora Aparecida para acompanhar Neymar e companhia em campo. Do lado de fora do estádio, muitos aproveitaram para ganhar um extra, como aproveitando terrenos e casas para cuidar de carros, assim como para vender bandeiras e camisas da seleção e de outros times brasileiros.

 

Além da estreia na Arena Pantanal, esta é a primeira partida oficial da seleção em solo cuiabano. A última vez que esteve aqui, o estádio ainda era o Governador José Fragelli, conhecido como Verdão, há 21 anos. Na época, comandados por Wanderley Luxemburgo em amistoso, a trupe de Ronaldinho Gaúcho e Denilson bateu a Bolívia com gols de Fábio Júnior e Baiano.

A expectativa é de casa cheia, já que a partida movimentou a rede hoteleira da região, com torcedores vindos do nortão de Mato Grosso e de outros estádios. De acordo com o presidente da Associação Brasileira de Indústria de Hotéis (Abih-MT), Jair Mariano Junior, dos 10 maiores hotéis da Capital, oito já estão sem quartos disponíveis nesta semana.


 
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet