Olhar Direto

Quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024

Notícias | Picante

Câncer no pâncreas

Médico e indigenista defensor da saúde dos povos tradicionais morre aos 76 anos

Foto: Reprodução

Câncer no pâncreas
O médico e indigenista Oswaldo Cid Nunes da Cunha faleceu nesta quinta-feira (07), aos 76 anos, vítima de câncer de pâncreas. Oswaldo dedicou sua vida à saúde dos povos tradicionais, especialmente dos indígenas. Ele atuou no Acre, onde após ser afastado das suas funções durante o regime militar, gerou protesto de todas as nações indígenas atendidas, com a ocupação da sede do órgão, fato amplamente noticiado na altura. O mesmo ocorreu em Brasília. Ele também foi um incentivador da pesquisa científica e acadêmica, abrindo as portas de sua fazenda em Poconé para estudos sobre o Pantanal. Oswaldo sempre será lembrado como um homem à frente de seu tempo, que tratou a saúde indígena como um sacerdócio e combateu as tentativas de transferência da responsabilidade para a Funasa. Ele era irmão do marqueteiro Mauro Cid e deixa quatro filhos. O velório será na sexta-feira (08), entre as 7h e 10h, na Funerária Santa Rita.
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Mais Picantes

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet