Olhar Direto

Quinta-feira, 23 de maio de 2024

Notícias | Cidades

Inquérito Policial Militar

Coronel responsável por investigação de aluno soldado nomeia tenente-coronel para ser escrivão

Foto: Reprodução

Coronel responsável por investigação de aluno soldado nomeia tenente-coronel para ser escrivão
O tenente-coronel Heitor Fernandes da Luz, atualmente lotado no 1º Comando Regional de Bombeiros, foi nomeado para ser o escrivão do Inquérito Policial Militar (IPM) que investiga a morte do aluno soldado Lucas Veloso Perez, 27 anos. Ele foi designado pelo encarregado do procedimento administrativo, coronel Dércio Santos da Silva.


Leia também
Capitão do Corpo de Bombeiros investigado pela morte de aluno foi testemunha de defesa de Izadora Ledur

 
Heitor da Luz foi empossado no mês passado como o novo comandante do 1º Comando Regional de Bombeiros Militar (1º CRBM). Ele também é o titular do Corpo de Bombeiros no Comitê de Gestão de Riscos da Secretaria de Segurança Pública (Sesp).
 
Em 2022, o oficial ganhou destaque depois de o paraquedas principal dele ter uma pane e não abrir após ele saltar do avião, durante treinamento de especialização de salvamento em altura. O fato ocorreu em Boituva (SP), um dos maiores centros de paraquedismo da América Latina.
 
Ele chegou a acionar o paraquedas reserva e conseguiu descer em segurança, apesar do susto. O episódio foi gravado pelos colegas de curso dos bombeiros. Nas imagens, é possível ver Heitor rodopiando no ar ao tentar ativar o equipamento principal e perceber a pane.
 
Atribuições
 
Conforme ordena o Código de Processo Penal Militar (CPPM), o escrivão prestará compromisso de manter o sigilo do inquérito e de cumprir fielmente as determinações da lei no exercício da função. Dentre as suas atribuições estão: apreender os instrumentos e todos os objetos que tenham relação com o fato e efetuar a prisão do investigado, caso determinar o encarregado do inquérito.
 
Depois de ter nomeado o escrivão, caberá ao encarregado designar um despacho ordinatório com determinações a serem cumpridas pelo escrivão.
 
O passo seguinte é ouvir o capitão Daniel Alves de Moura e Silva. Ele é suspeito de ter envolvimento na morte do aluno Veloso.
 
A equipe investigativa, na sequência, vai ouvir as testemunhas (se houver) e, logo depois, realizar acareações, se necessário. Em seguida, solicitar exames (corpo delito, perícias, grafotécnico), avaliação e identificação da coisa objeto do delito etc.
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet