Olhar Direto

Domingo, 21 de julho de 2024

Notícias | Política MT

MÁGOA NA DIREITA

Deputado afirma que teve irmão barrado no PL por manobra de Abilio: ‘não quero estar no mesmo palanque’

19 Abr 2024 - 12:22

Da Redação - Rafael Machado/ Do Local - Luis Vinicius

Foto: J L Siqueira/ALMT

Deputado afirma que teve irmão barrado no PL por manobra de Abilio: ‘não quero estar no mesmo palanque’
O deputado estadual Elizeu Nascimento (PL) revelou estar magoado com o pré-candidato do partido a prefeito de Cuiabá, o deputado federal Abilio Brunini, por barrar a entrada do seu irmão, o vereador Cezinha Nascimento, no PL durante o período da janela partidária.


Leia também
“É uma tentativa válida, mas não é a solução”, diz Mauro sobre botão do pânico para motoristas de app; veja


Segundo o deputado, a entrada do seu irmão tinha o aval do presidente nacional e estadual da sigla, Valdemar Costa Neto e Ananias Filho, e do senador Wellington Fagundes,. No entanto, Abilio, de acordo com Cezinha, se articulou internamente para evitar a entrada do parlamentar.

Por isso, Elizeu comentou que preferiu não dividir o mesmo palanque que o deputado federal durante a visita do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) em Cuiabá na última semana.

“Não é que existe racha, houve uma objeção da parte dele em filiar o meu irmão, para ser candidato pelo PL, e eu achei que seria mais viável em não estar do lado dele”, disse.

Elizeu acredita que a objeção de Abilio a seu irmão seja porque ele estava na base do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB). Cezinha, inclusive, levou um puxão de orelha do União Brasil, seu partido, após ter votado contra o pedido de abertura da comissão processante contra o prefeito.

No entanto, o deputado comentou que Abilio não se mostrou contra o apoio deles nas eleições de 2022, mesmo sabendo que ambos eram próximos de Emanuel. Ele disse que a rejeição de seu irmão também tem a ver com o projeto do deputado de emplacar sua esposa como vereadora nessas eleições.

“Ele tendo ciência que eu votava sempre com o prefeito Emanuel, que eu era a base do prefeito Emanuel, quando eu era vereador de Cuiabá, só que agora são novos tempos. Tem o vereador Chico 2000, que é base do prefeito Emanuel desde o primeiro dia, e era um dos maiores adversários do Abílio na Câmara de Cuiabá [quando era vereador], mas não houve objeção, mas houve contra o Cezinha. Fica o ponto de interrogação”, ressaltou.
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet