Olhar Direto

Quarta-feira, 19 de junho de 2024

Notícias | Cidades

CRIME EM CUIABÁ

Sargento da PM executado com tiro na cabeça estava trabalhando para complementar renda, diz presidente de associação

Foto: Olhar Direto

Sargento da PM executado com tiro na cabeça estava trabalhando para complementar renda, diz presidente de associação
O presidente da Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros (ACS-MT), Laudicério Machado, afirmou que o sargento da PM Odenil Alves, de 47 anos, estava trabalhando em uma unidade de saúde para complementar sua renda. O agente foi morto com um tiro na cabeça, em Cuiabá, na terça-feira (28).


Leia também
Sargento da PM baleado na cabeça não resiste e morre durante cirurgia no HMC


Foi relatado que o sargento estava prestando serviço na Unidade de Pronto Atendimento(UPA) no bairro Morada do Ouro, onde ele foi executado.

"O policial estava em seu posto de trabalho buscando complementar sua renda, no momento que poderia estar descansando  do serviço ordinário, junto a sua família, quando foi baleado por  um criminoso na tarde desta terça em Cuiabá", afirmou o presidente da associação.

Odenil foi assassinado após ser abordado por um criminoso que se aproximou em uma motocicleta. O sargento estava em uma lanchonete, local próximo da UPA, quando foi atingido pelos tiros.

Ele chegou a ser levado para a unidade e, posteriormente, encaminhado ao Hospital Municipal de Cuiabá (HMC). O agente realizou uma cirurgia de emergência, mas não resistiu.

As forças de segurança estão realizando buscas pelo criminoso.
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet