Olhar Direto

Segunda-feira, 22 de abril de 2024

Notícias | Cidades

interior de MT

Secretaria de Saúde confirma denúncia contra médico preso

A Secretaria de Estadual de Saúde (SES) afirma que todas as providências foram tomadas no Hospital Regional de Colíder diante da denúncia e prisão preventiva contra o médico ortopedista Célio Eiji Tobisawa (43), acusado de sedar pacientes, homens com idade entre 20 e 25 anos, e fazer sexo oral neles. 


O acusado foi transferido para a capital e está preso em uma cela especial na Polinter. Ele teve o mandado de prisão preventiva expedido pelo juiz da Comarca de Colíder, Erico Duarte de Almeida.

Confira a nota:


A Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso tomou todas as providências cabíveis, à época (final de junho), sobre o fato ocorrido dentro do Hospital Regional de Colíder, em que uma vítima denunciou à direção do Hospital da prática de abuso sexual quando submetido a procedimento médico.

A direção do hospital instruiu a vitima (paciente) a registrar um Boletim de Ocorrência (BO) junto às autoridades policiais e também prestou depoimentos e informações que pudessem ajudar nas investigações.

O médico acusado foi afastado de suas funções logo após a denúncia e, na sequência, demitido, visto ser apenas contratado. O caso corre sob inquérito policial.

Leia também:

Médico é preso por sedar e abusar sexualmente de pacientes homens
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet